NA WEB
    Google+

    Curtas: Engenhão, SeleFla, Berrío, Godinho, Jorge

    Por em janeiro 26, 2017

    Ontem fui ao Engenhão ver se perto o recalque que os botafoguenses tem em relação ao caso William Arão, o talento indiscutível do Diego, o posicionamento do Cuellar na Colômbia e a velocidade do Berrio. Acabei vendo a despedida do Jorge.

    Não quero crer que os valores anunciados sejam verdadeiros, mas se desfazer de um jogador com potencial de valorização enorme e ficar com R$ 20 milhões é conta para clube pequeno, não para o Flamengo. A conferir quanto de comissão estamos perdendo para os agentes.

    Conversei com algumas pessoas ligadas á administração chororô e existe um certo consenso de que, ao fim e ao cabo da questão judicial, o clube deles será compensado financeiramente pela saída do nosso camisa 5. A conferir! Eu acredito muito na competência do nosso jurídico.

    Diego jogou muito mais que todos os outros jogadores em campo. É, realmente, um jogador que muda o time de patamar. Mas isso já sabíamos. O que não sabíamos era como o treinador colombiano (argentino, na verdade) usaria Cuellar. O jovem faz o volante box-to-box, com boas chegadas ao ataque e posicionamento ligeiramente mais centralizado que o do nosso Arão. Não é a dele cair pelas pontas para fazer a dobra com o atacante. Considero que seja mesmo, um jogador que disputa posição com Arão.

    Berrío é forte, rápido e, diferente do Cirino, com quem insistem em compará-lo, consegue dar continuidade às jogadas das quais participa. Não é um craque mas foi a opção mais perigosa do ataque colombiano no segundo tempo. Levando em consideração o estágio de preparação de quem participou do Mundial de clubes, vejo com muito bons olhos a contratação.

    Nas manchetes dos jornais, o assunto de hoje é a prisão do nosso VP de futebol. Assunto mais do que explorado pela oposição durante a campanha para as eleições de 2015, a presença de um investigado na Operação Lava-Jato na diretoria do clube era um risco iminente da volta do clube para as páginas policiais. Pois bem, voltamos.

    Assim como somos cuidadosos na escolha dos atletas que compõe nosso elenco, sem que haja nenhuma precipitação ou pre-julgamento, a situação exige uma blindagem dos interesses do clube. Que Godinho seja julgado, com todos os seus direitos constitucionais, afastado do Flamengo.

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.