Google+

Flamengo x Nanicos

Por em fevereiro 3, 2017

E bora lá, Flamengo, seguir nessa campanha que beira a covardia e fomenta o Oba-Oba Oficial #201SETE. A gente vai atropelando um Clube de Menor Investimento aqui, outro acolá, e deixando sem medo o nosso coração acreditar que tudo isso é um sinal inconteste de que essa Liberta e esse Brasileirão já estão no papo.

A vít… Quero dizer, o adversário da vez é o Nova Iguaçu, em partida disputada no aprazível forno de 70⁰ à sombra que costuma rolar em Bangu. Provavelmente o maior adversário há de ser mesmo o calor, ainda mais agora que nossos atletas andam Mega Mal Acostumados, dadas as condições paradisíacas do nosso Centro de Treinamento. Até pra quem não atuar e ficar no banco de reservas, ninguém da torcida vai poder reclamar de falta de entrega e suor em busca dos três pontos.

Everton, que acabou de renovar contrato até o final de 2019, não joga por conta da expulsão no jogo contra a Argentina Genérica na última quarta. Se Tio Zé Ricardo repetir o que fez na Arena das Dunas, entra o Adryan no lugar. Apesar de que… Eh… Posso falar? Não tô querendo estragar a sexta e o sábado de vocês não, e nem exercer a arte da cornetagem prévia, mas o Gabriel já está disponível, recuperado das dores psicológicas que andava sentindo na coxa. Provavelmente deve ser o titular.

Falando em Gabriel, sabe uma coisa que me surpreendeu? Lendo a matéria que trata da sua recuperação, notar que ele já tem 27 anos. Bizarro. Como sou benevolente em excesso, praticamente uma Amélia do Flamengo, estou há 66 anos e nem percebi, achando que “esse garoto aí é fraco, mas com o tempo pode até ser de boa utilidade”. Porque uma coisa eu disse e repito: Da próxima vez que ele jogar, reparem na postura e no seu gestual e expressão facial SEM a bola. Não tem como. Tem toda pinta de craque. Observem.

Mas enfim… Com Gabriel, Adryan, ou qualquer outra coisa que o Zé Ricardo inventar de última hora, o normal e esperado é que somemos mais três pontos. Pela composição atual da tabela, já que apenas Flamengo e Madureira conseguiram vencer no grupo, esse resultado deve ser suficiente para garantir vaga na semifinal da Taça GB, a ser disputada sabe-se lá onde. A FERJ até enviou uma carta patética para o Consórcio Maracanã, exigindo uma definição em 24 horas sobre se vai rolar futebol do Carioqueta naquela joça ou não. Se sou da (não) administração atual do estádio, mando de volta umas fotos da devastação reinante em todos os setores com uma mensagem: “Claro. É só chegar. Tá tudo pronto”.

Do lado de lá… Do lado de lá… O segundo uniforme mais bonito da competição só tem o que comemorar, apesar dos míseros dois pontos que aparecem lá na tabela. Recém-chegada da Série B do Estadual, a equipe já entrou na fase principal sabendo que escapou de um novo rebaixamento e da disputa de morte do famigerado Grupo X. E tá é de bom tamanho. Sem estrelas, sem nomes rodados e conhecidos que andam cada vez mais presentes na nanicada, a equipe conta com um fator para o Carioqueta… Que não vai usar. O Laranjão, seu estádio, está liberado para uso em jogos contra os outros clubes pequenos. Se o “fator casa” ajudaria ou não vai ficar só na imaginação. Na Taça Guanabara, o único jogo que será efetivamente disputado lá será na última rodada contra o Macaé. Data em que a vaca já terá inevitavelmente ido para o brejo.

Segue o jogo. Já estou explodindo de felicidade porque nossa equipe em nenhum momento acionou o Modo Estadual Modorrento. E se ativar amanhã, DEPOIS que garantir o placar… Geral perdoado. O calor serve como desculpa. E como serve…

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.