Google+

Flamengo e a imagem de seus jogadores

Por em fevereiro 7, 2017

Olá Rubro-Negros,

Mais uma vez, aqui estou eu. Dessa vez, venho falar com vocês sobre um tema que é amplamente debatido no mercado de Marketing/Publicidade: Imagem.

Apesar de tal palavra ser composta por três sílabas, a mesma pode se tornar “enorme” quando atribuímos o seu significado para um indivíduo, objeto ou a uma determinada instituição a qual nos referimos.

Entretanto, não é preciso ser nenhum “Gênio do Marketing/Publicidade” para entender o quanto a nossa imagem pode nos “levantar ou derrubar”. Esse fator pode ser aplicado na nossa vida pessoal e profissional.

E de uns tempos para cá, o mundo do esporte começou a perceber o valor da tal da imagem. E isso vale para instituições organizadoras de campeonatos, imprensa esportiva, clubes, dirigentes esportivos e jogadores de futebol.

Nesse “mundo das imagens”, o Flamengo tem se notabilizado em manter/recuperar a sua imagem/credibilidade no mundo dos negócios, esportivamente e também em seu elenco de atletas. Que devem possuir um perfil que muito se assemelha a sua gestão profissional, que tem se mostrado de maneira efetiva nessa nova filosofia de administração interna do clube.

Se voltarmos “ao passado nem tão passado assim”, conseguimos observar que no Flamengo passaram-se dezenas de atletas extremamente técnicos, porém, com uma imagem muito denegrida. Especialmente, fora de campo.

Muitos jogadores não prezam pela à sua imagem mesmo que receba um percentual do salário por tal condição. E em muitas das vezes, os dirigentes dos clubes de futebol sequer percebem à importância de tal fator para o elenco profissional de atletas como um todo e muito menos para a obtenção de grandes patrocínios para os clubes que eles representam.

É claro que existe uma vasta diferença do que é a exposição pessoal para a exposição profissional. No âmbito profissional, o atleta deve preservar com excelência a sua imagem. Especialmente quando se está representando o clube. Seja em eventos, partidas ou em qualquer outra situação previamente combinada com o clube em questão.

Já no âmbito privado, o atleta ele deve ter a sua imagem preservada. O que tem sido cada vez mais difícil, especialmente por boa parte da “tal da imprensa” que ultimamente tem divulgado cada vez mais as fotos de: atletas comendo cachorro quente de madrugada, atleta na boate namorando, atleta no restaurante com amigos, atleta passeando no calçadão com o cachorro, e por aí vai… e em muitas das vezes, essas matérias, possuem títulos tendenciosos que vão ao encontro de situações que possam ser negativas. Mesmo, quando não há qualquer indício de algo ruim naquela foto e a imagem do atleta em questão.

É inegável que quando se há um boletim de ocorrência seja por qual natureza for, é de interesse do clube acompanhar de perto a situação em questão, pois é esse clube que lhe paga o salário. Além de o clube ser responsável pela paixão de milhares de torcedores. E que são esses, a razão de sua existência.

Qualquer outro tipo de assunto que não entre na categoria acima, são apenas assuntos para “os manjas”. E cá para nós, “manjas” por aí não faltam. Sejam com ou sem diploma.

É óbvio que qualquer cidadão honesto deve preservar a sua imagem, tanto no âmbito pessoal e profissional. Isso não irá lhe causar nenhum dano. Muito pelo ao contrário. Só irá lhe trazer benefícios.

Atletas com uma boa imagem é algo excepcional para todos: clube, elenco e para o próprio atleta. Especialmente para a captação de patrocínios.

Em especial, o Flamengo que é o que nos importa, parece ter um cuidado especial com esse elenco para 2017. Entre os destaques, estão Conca e Diego.

Inclusive o segundo, já se tornou garoto propaganda de um dos patrocinadores que o clube possui. Isso para nós torcedores é muito bom. Quanto mais jogadores do nosso elenco forem “selecionáveis” para tais ações, mais retorno de patrocínio para as marcas em questão… e isso se torna um ciclo vicioso, pois potenciais patrocínios podem surgir.

Vamos torcer para que isso aconteça no elenco rubro negro. Além de jogarem muita bola, eles também nos deem retorno financeiro fora de campo. Afinal de contas, o Flamengo sendo vencedor no campo e forte nas finanças, todos nós ficamos felizes.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.