NA WEB
    Google+

    Flamengo não consegue aumento com a Caixa

    Rubro-Negro desejava reajuste para R$ 30 milhões. Segundo clube que mais recebe de banco público, cariocas vão para quinto ano consecutivo de parceria

    Por em fevereiro 8, 2017
    flamengo

    O Flamengo acertou a renovação com a Caixa Econômica Federal por R$ 25 milhões. O banco público mantém a marca no espaço principal da camisa rubro-negra com mesmos valores do acordo de 2016 – a informação é do blog da coluna “Radar”, da revista Veja. O Flamengo desejava reajuste para R$ 30 milhões no patrocínio, mas não obteve êxito nas negociações.

    O contrato com a Caixa terminou no dia 31 de dezembro de 2016, mas o Flamengo continuou exibindo a logo da Caixa na parte da frente e no ombro do uniforme graças a um termo de concessão de uso. O novo acordo deve ser assinado até o fim do mês e anunciado oficialmente pelo clube e pelo banco estatal.

    A diretoria do Flamengo sempre evitou comentar a expectativa de reajuste do acordo, mas nos bastidores mostrava otimismo em conseguir verba de R$ 30 milhões com a classificação para a Libertadores. Segundo maior receptor da verba da Caixa, o Flamengo demonstrou insatisfação com o banco mantendo R$ 30 milhões ao Corinthians por exposição igual à dos rubro-negros na negociação com os paulistas no ano passado.

    – Não falo de valores e questões comerciais, mas pode ter certeza que vamos buscar um  retorno compatível com o tamanho do Flamengo, independentemente do patrocinador – disse o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, em novembro do ano passado.

    Em 2017, o Flamengo receberá R$ 6 milhões do curso de línguas Yes!, cuja marca é exibida na barra da camisa (abaixo do número), R$ 15 milhões da Carabao (manga), R$ 7 milhões da MRV (costas superior) e R$ 25 milhões da Caixa Econômica Federal. A Tim, que posiciona sua logo dentro do número do uniforme, investe R$ 4 milhões no futebol.

    GE

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.