NA WEB
    Google+

    Flamengo rumo a Santiago

    Por em março 13, 2017

    Depois da ótima atuação, sobretudo no segundo tempo, na goleada (4 a 0) sobre o San Lorenzo, da Argentina, é chegada a hora do nosso primeiro desafio fora de casa pela Taça Libertadores da América. Nesta quarta-feira (15), às 21h45min (horário de Brasília), no Estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago, no Chile, o Flamengo encara a Universidad Católica, pela segunda rodada do Grupo 4 da competição.

    Apesar de ocupar apenas a 11ª colocação no campeonato local, com seis pontos (duas vitórias e quatro derrotas), considero a partida contra a Católica bem mais complicada do que a nossa estreia. A começar pelo fato de jogarmos no campo do adversário, que por sinal é um caldeirão, com capacidade para 18.000 pessoas, e também pelos chilenos já terem disputado sete jogos oficiais em 2017, coisa que não havia acontecido com os argentinos do San Lorenzo, que, nitidamente, cansaram na segunda etapa do jogo da última quarta-feira (08), no Maracanã.

    Outro aspecto a ser levado em consideração sobre o time do técnico Mario Salas, foi o bom futebol apresentado nas duas últimas partidas, o empate (2 a 2) diante do Atlético Paranaense, em Curitiba, na terça-feira (07), após estar perdendo por 2 a 0 até os 40 minutos do segundo tempo, e a vitória em casa por 4 a 1 sobre o Antofagasta, no sábado (11), pelo Campeonato Chileno, com todos os titulares em campo.

    Nesse o último confronto por sinal, o centroavante uruguaio Santiago “El Tanque” Silva, ex-Boca Juniors, marcou seus dois primeiros gols com a camisa da Católica, um de pênalti, e outro após boa assistência do baixinho argentino Diego Buonanotte, principal articulador de jogadas da equipe. Olho vivo também no outro hermano do time, o atacante Ricardo Noir, ex-Racing, autor do segundo gol sobre os paranaenses, na Arena da Baixada.

    Um ponto que pode ser positivo a favor do Flamengo é a entrada do jovem zagueiro Benjamin Kuscevic, de 20 anos, que substitui o titular Guillermo Maripán, expulso na estreia dos chilenos contra o Atlético Paranaense. Ainda assim, todo cuidado é pouco para voltarmos com um bom resultado de Santiago.

    Do lado Rubro-Negro, o desfalque será o meio-campo argentino Federico Mancuello, vetado pelo departamento médico após sofrer forte pancada na cabeça na goleada sobre o San Lorenzo. Para o seu lugar, o técnico Zé Ricardo ainda não definiu se inicia a partida com o colombiano Berrío, mais novo xodó da torcida, ou se vai de Gabriel mesmo. Pelo que tenho lido e escutado, o segundo deve começar jogando, uma vez que o primeiro foi um dos poucos do elenco que não participou de toda a pré-temporada, por isso o receio da comissão técnica em não colocá-lo desde o início. Mas, como o próprio Berrío disse, na última semana, que está apto para jogar os 90 minutos, fica a dúvida. Embora Gabriel tenha entrado bem e feito um golaço diante do time do Papa, sou muito mais o colombiano.

    LEANDRO DAMIÃO

    Tão importante quanto os três gols que ele marcou sobre a Portuguesa na goleada por 5 a 1, no último sábado (11), no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, na estreia do Mais Querido na Taça Rio, foi a sua declaração ao final do primeiro tempo. Damião disse que sempre vai se esforçar ao máximo para ajudar o Flamengo dentro e fora do campo, e que conversa com os seus companheiros sobre isso no dia a dia, afinal todos têm que estar bem preparados quando a oportunidade aparecer. Esse é o espírito, é assim que tem que ser. Elenco forte e unido dentro e fora de campo.

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.