NA WEB
    Google+

    Zé Ricardo lamenta gol sofrido na bola parada e justifica Márcio Araújo

    Treinador revela treinamento em cima da jogada aérea da Católica e explica o uso do volante para marcação especial de Buonanotte

    Por em março 16, 2017

    O Flamengo criou oportunidades, mas, na bola parada, sofreu a primeira derrota na Libertadores. Após o jogo, Zé Ricardo não escondeu a tristeza pelo gol sofrido na jogada aérea da Católica – segundo ele estudada pelo Flamengo nos treinamentos -, mas viu pontos positivos da equipe durantes os 90 minutos.

    Em coletiva, o treinador ainda foi questionado sobre a escalação de Márcio Araújo, titular ao lado de Willian Arão e Romulo, ocupando a vaga deixada por Mancuello, que nem viajou ao Chile. De acordo com Zé Ricardo a escolha foi feita visando a marcação de Buonanotte, principal arma do meio-campo do adversário.

    – Em parte do jogo tivemos maior posse de bola, em outras a equipe da Católica foi superior, mas tivemos nossas oportunidades. Pecamos no momento final, sabíamos que a pressão seria grande. Numa bola parada, jogada que tínhamos destrinchado, que tínhamos mostrado e treinado, houve um movimento de tranca, o Santiago Silva foi feliz no aproveitamento. Quanto à entrada do Márcio, a Católica tem um jogador extremamente talentoso no meio, o Buonanotte, e o Márcio tem uma velocidade de deslocamento superior a Arão e Romulo. A gente acreditava que poderia anular os movimentos dele. Conseguimos no primeiro tempo, a intenção era soltar aos poucos no segundo, mas infelizmente, quando a equipe estava mais leve para tentar a vitória e o Gabriel entrou, tomamos o gol.

    Com uma vitória e uma derrota, o Flamengo dá uma pausa na Libertadores – só volta a jogar pela competição no dia 12 de abril, contra o Atlético-PR, às 21h45 (de Brasília), no Rio de Janeiro. Neste sábado, às 18h30, o Rubro-Negro encara o Resende, no Raulino de Oliveira, pela segunda rodada da Taça Rio.

    GE

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.