NA WEB
    Google+

    Seja o que Zé quiser

    Por em abril 10, 2017

    É chegada a hora da primeira decisão do ano, falo dessa forma porque não considero as anteriores pelo Estadual tão relevantes. Nesta quarta-feira (12), às 21h45min, no Maracanã, o Flamengo encara o Atlético Paranaense, pela terceira rodada do Grupo 4 da Libertadores.

    Mesmo em se tratando apenas do terceiro jogo, ele é de extrema importância para as nossas pretensões na competição. Uma vitória nos recoloca entre os dois classificados para as oitavas de final, ao passo que uma derrota pode nos deixar a quatro pontos da próxima fase, desde que a Universidad Católica derrote o San Lorenzo, também no dia 12, às 21 horas, em Santiago, no Chile.

    Sendo assim, me preocupa o que tenho visto nas ultimas partidas (quatro empates), um time previsível, cujas principais jogadas ofensivas são as bolas paradas e levantadas na área.

    zé ricardo

    Para ir longe na Libertadores, a gente precisa de mais, de muito mais, e, nesse sentido, dependemos em grande parte do professor Zé Ricardo.

    Não quero aqui, colocar toda a responsabilidade nos ombros do treinador rubro-negro, até porque uma ou outra peça pode não funcionar bem ao longo de um jogo. Mas, quando isso acontece, é com ele que precisamos contar para dar ao time alternativas de jogadas e esquemas, que nos possibilitem ir além dos tais chuveirinhos.

    Tempo para preparar o time, o Zé teve de sobra. Testou os reservas em algumas partidas, e, finalmente, percebeu que o Donatti, mesmo com as suas limitações, não pode ser reserva do Rafael Vaz. O próprio argentino deve ter se dado conta que jogando o básico, como fez diante do Vasco, conseguiria garantir o seu lugar na zaga titular. E, acredito que outros jogadores, como os volantes Cuéllar e Ronaldo, por exemplo, estejam percebendo a mesma coisa, ou seja, que têm condições de assumir a titularidade.

    Zé Ricardo tem apenas dois dias

    Enquanto isso não acontece, Zé Ricardo tem apenas dois dias para escolher a melhor formação para o confronto com os paranaenses. Sabendo que não terá o colombiano Berrío, suspenso, e que, dificilmente, poderá contar com Rômulo e Éverton (esse faz muita falta), que se recuperam de lesões.

    Enfim, seja lá qual for o time que entre em campo, concordando com ele, ou não, a nossa parte, lotando o Maracanã, apoiando os jogadores e rezando para São Judas Tadeu, tenho certeza que iremos fazer. De resto, seja o que o Zé quiser.

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.