Google+

Internacional enfim chega a acerto e fica a detalhes de anunciar Cirino

Por em abril 24, 2017
cirino

Após meses de uma longa negociação, o Inter enfim chegou a um acerto com o Flamengo para viabilizar a contratação de Marcelo Cirino, por empréstimo até o final do ano, sem custos, apenas com despesas de salários. O atacante já realizou exames médicos no clube e aguarda apenas do acerto de alguns detalhes, com a troca de documentos entre as partes, para ser anunciado como reforço do Colorado para a disputa da Copa do Brasil e da Série B do Brasileirão.

O Colorado, inclusive, trata dos ajustes burocráticos com agilidade para poder inscrevê-lo na Copa do Brasil ainda nesta segunda-feira, data limite para o registro de atletas na competição de mata-mata. Cirino desembarca em Porto Alegre com opção de compra definida ao final do contrato.

cirino

Mesmo com o negócio, o Flamengo segue com obrigação de pagar os 3,5 milhões de euros para adquirir Cirino junto ao grupo de investidores (Doyen Sports) ao final do ano, período em que termina o empréstimo original dele do Atlético-PR. Se Cirino for vendido até o fim do ano por valor acima de 3,5 milhões de euros, Fla perde a obrigação de pagar e repassa o jogador em definitivo.

A tratativa chega a um desfecho positivo, mesmo após o Colorado ter indicado a “desistência” em contar com Cirino, ainda em março, por não ter chegado a um acordo com o Atlético-PR. Além de comprar 25% dos direitos do atleta, o Colorado cederia por empréstimo o volante Eduardo Henrique à equipe do Paraná. Os paranaenses desejavam um contrato de dois anos, mas os gaúchos pretendiam apenas um. O negócio acabou desfeito. Na ocasião, o atacante chegou a ser inscrito na Libertadores pelo Flamengo.

A negociação, aliás, se arrasta desde dezembro passado e sempre foi encarada com complexidade pelos colorados, por envolver outras três pontas. Além de acertar com o Flamengo, o Inter precisava entrar em acordo com o Furacão e com o Doyen, dono de 25% dos direitos econômicos do jogador.

Mesmo com o negócio, o Flamengo segue com obrigação de pagar os 3,5 milhões de euros para adquirir Cirino junto ao grupo de investidores (Doyen Sports) ao final do ano, período em que termina o empréstimo original dele do Atlético-PR. Se Cirino for vendido até o fim do ano por valor acima de 3,5 milhões de euros, Fla perde a obrigação de pagar e repassa o jogador em definitivo.

A tratativa chega a um desfecho positivo, mesmo após o Colorado ter indicado a “desistência” em contar com Cirino, ainda em março, por não ter chegado a um acordo com o Atlético-PR. Além de comprar 25% dos direitos do atleta, o Colorado cederia por empréstimo o volante Eduardo Henrique à equipe do Paraná. Os paranaenses desejavam um contrato de dois anos, mas os gaúchos pretendiam apenas um. O negócio acabou desfeito. Na ocasião, o atacante chegou a ser inscrito na Libertadores pelo Flamengo.

A negociação, aliás, se arrasta desde dezembro passado e sempre foi encarada com complexidade pelos colorados, por envolver outras três pontas. Além de acertar com o Flamengo, o Inter precisava entrar em acordo com o Furacão e com o Doyen, dono de 25% dos direitos econômicos do jogador.

Cirino é o 13º reforço

Cirino é o 13º reforço a ser anunciado pelo Inter nesta temporada, e o quarto, para o ataque. Além dele, Roberson, Carlos e William Pottker, que segue na Ponte Preta e só será apresentado ao final do Paulistão, são os demais reforços. Há ainda os volantes Edenílson e Felipe Gutiérrez, os zagueiros Danilo Silva, Neris, Klaus e Victor Cuesta e os laterais Uendel, Carlinhos e Alemão.

GE

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.