NA WEB
    Google+

    Os 7 pecados capitais

    Por em junho 8, 2017
    bandeira flamengo

    Não foi o resultado de ontem, não foi a derrota na Libertadores. Quem tem a paciência de ler meus textos sabe que há pelo menos dois anos venho batendo na atual administração do futebol do Flamengo. Alguns me taxam de “chapista”, ou torcedor de dirigente, mas, só Zico sabe o quanto eu torcia para estar errado.

    Uma das minhas principais críticas é a falta de postura e pulso. O futebol do Flamengo hoje é gerido por pessoas que não querem se indispor, ou seja, ninguém dar uma porrada na mesa. Relativizam as derrotas e a torcida embarca junto, já que sempre se acha uma válvula de escape para os sucessivos vexames.

    Num momento contratam o Guerrero, no outro o Diego, e quando é eliminado de uma Libertadores, se promete estádio ou se compra um Everton Ribeiro, e assim vamos vivendo de ilusões, sem nenhum resultado efetivo. TITULO!

    bandeira

    Soberba

    A vaidade está explicita no atual mandatário do Flamengo e seus seguidores. Diversos VPs gostam de aparecer nas redes sociais nos momentos de tranquilidade, vitórias, ou na divulgação de balanços financeiros. Contudo, agem sempre da mesma forma quando são criticados. Insultam, bloqueiam ou covardemente atacam quem os criticam.

    Esses ataques partem de todos os lados e tem o apoio de sua maior arma, os Influenciadores Digitais, que trabalham incessantemente na desconstrução das críticas, fazendo com que parte da Torcida embarque nessa onda de conformismo com a derrota.

    E isso é demonstrado facilmente, quem não concorda com a gestão do futebol do Flamengo é chamado de  “Falso Rubro-Negro” ou acusado de  torcer contra. Mas, a verdade é que a soberba desse grupo tem nos levado a vexames gigantescos e uma situação que nunca tivemos. Que é a saúde financeira, já perdemos com times horríveis, times que tinham seis meses de salários atrasados, times com investimento muito menor, mas, com muito mais vergonha na cara e tesão.

    Preguiça

    O Departamento de futebol como um todo, sendo assim, não falo apenas dos dirigentes ou comissão técnica. Parece ter preguiça de sair da caixa, criar novas ideias, sempre está tudo muito bom. Todas as ações são visando o mínimo impacto. Um exemplo foi a manutenção do Zé Ricardo, que é o menos culpado disso tudo. Em janeiro quando foi efetivado, o correto era termos buscado um treinador estrangeiro, ou o Cuca… sei lá (eles que são remunerados para pensar nisso) e partimos para investir no Zé. Mandá-lo para a Europa, para estagiar, estudar com Ancelotti, Klopp, Guardiola… E daí alça-lo ao comando da equipe num futuro próximo é um profissional promissor, mas, que não tem bagagem no momento.

    Essa preguiça nos bastidores, essa falta de vontade de sair da caixinha, esse conformismo, reflete no campo. Por exemplo, Arão tem preguiça de correr, preguiça de marcar, de sair com a bola. O Márcio Araújo, coitado, não era nem para estar no Flamengo, mas, se esconde do jogo, mas, mesmo assim, o treinador prefere não arriscar e os mantém na equipe. E por outro lado o Departamento de Futebol renova o contrato dele, do Leandro Damião e do Gabriel, isso como exemplo de uma demonstração clássica de preguiça para buscar novas soluções.

    Inveja

    “A inveja (do latim invidia) é o desejo exagerado por posses, status, habilidades e tudo que outra pessoa tem e consegue. ”

    Alguém vê alguns dirigentes do Flamengo na frase acima? Eu vejo vários. Os títulos que não vieram no campo, mas, vieram nas finanças, trouxeram os holofotes para quem nunca teve, e não falo isso de um indivíduo. Antes a Torcida do Flamengo cultuava Zico, Junior, Adílio, Leandro, Mozer…. Hoje se cultua Dirigente…

    Ira

    Essa é mole, é só pegar a entrevista do EBM para o Mauro Cezar após a eliminação da Libertadores. Todo mundo que critica é odiado, não se pode desejar o bem do clube por outra via que não seja o grupo que lá está. Ou pelo plano de governança que seguem, não se pode opinar, indicar soluções, quem o faz passa a ser odiado.

    Luxúria

    Estão fudendo com a Torcida do Flamengo.

    Avareza

    São bons gestores financeiros, sim. Bons, mas, não pode o planejamento financeiro interferir no Futebol. Ano passado jogamos diversos jogos fora por conta de grana. Contra o Botafogo colocamos nossos jogadores em um campo totalmente vergonhoso por conta de dinheiro. Não se pode pensar apenas nas planilhas de Excel e esquecer do futebol. Até porque fazem isso de maneira errada, por exemplo, quanto gastamos com Ederson, Mugni, Donatti, Gabriel, Mancuello, Cirino, Muralha entre outros e não tivemos retorno técnico?

    Gula

    Esse é o único pecado que o Flamengo não tem hoje, o time não tem tesão, não tem cara de vencedor. E isso vêm de uma cascata, se não existe cobrança, não existe comprometimento com a vitória. Com o investimento feito, deveríamos ganhar todos os títulos e cumprir aquilo que está escrito no nosso Hino “VENCER, VENCER, VENCER”, mas, não vemos esse brilho de vitória nos olhos dos nossos dirigentes, departamento de futebol, jogadores e até de certa parte da Torcida, que ao ter o clube elogiado na gestão financeira, esqueceu que o que marca época são Títulos, são Taças, são Campeonatos! Hoje alguns comemoram balanços financeiros enquanto eu quero comemorar Título. Essa é a diferença da antiga Torcida do Flamengo em relação aos chamados torcedores Nutella ou torcedores Smurfs.

    Ainda dá tempo de resolver isso? Claro! O Flamengo é maior que tudo e que todos. Mas, é necessário que quem está lá faça uma autocrítica. Não está tudo bem, não estamos vencendo. Nosso vício tem que ser a Vitória. Queremos títulos, queremos gana, raça, queremos pulso da diretoria. Queremos porrada na mesa! Os salários estão em dia! O investimento foi feito, temos que ter cobrança, temos que voltar a ganhar! Queremos um goleiro de confiança, queremos zagueiro, queremos volantes que saibam jogar…. Ah, e…

    GANHAR TUDO É OBRIGAÇÃO!

    One Comment

    1. Manoel

      20 de junho de 2017 at 19:13

      Um pouco exagerado mais vc ta certo.
      So falta um técnico competente.
      Com capacidade para fazer isso.
      Pulso firme e forte.

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.