NA WEB
    Google+

    Flamengo pagou mais de R$1 mi ao consórcio para últimos clássicos no Maracanã

    Após investir alto na reforma da Ilha do Urubu, clube terminará 2017 sem jogar clássico algum no estádio. Custos do Maracanã – sobretudo aluguel e consumo – incomodam

    Por em outubro 20, 2017
    maracanã flamengo

    O Flamengo não escondeu seu descontentamento com a decisão da CBF de transferir o jogo contra o Vasco (dia 28 de outubro) para o Maracanã – por recomendação da Polícia Militar.

    O clube investiu cerca de R$12 milhões para reformar o Luso-Brasileiro e transformar a Ilha do Urubu em sua casa por pelo menos seis anos. Mesmo assim, não jogará nenhum clássico em 2017 no estádio inaugurado em junho.

    maracanã flamengo

    Um dos motivos que incomoda o Flamengo é o gasto que terá de ser arcado – novamente – para se jogar no Maracanã. Nos últimos dois clássicos que mandou no estádio, o Rubro-Negro gastou mais de R$1 milhão (R$1.161.135) apenas em cobranças destinadas ao consórcio responsável pelo estádio. Entre aluguel e consumo (custos com água, luz, gás…).

    Contando o custo operacional, de responsabilidade do clube, os valores são ainda maiores.

    Para se fazer uma comparação, o custo operacional do Fla-Flu da semana passada, no Maracanã foi de R$ 372.705,62. No último jogo do clube realizado na Ilha do Urubu, no fim de setembro, contra o Avaí, o gasto da operação foi de R$ 159.365,37.

    Flamengo x Fluminense (12/10)

    • Aluguel : 250.000,000
    • Consumo: 150.000,000

    Flamengo x Botafogo (23/8)

    • Aluguel 611.135,00
    • Conta consumo: 150.000,000

    A diretoria do Flamengo queria a realização da partida diante do Vasco para a Ilha do Urubu, no Luso-Brasileiro, estádio alugado junto à Portuguesa, na Ilha do Governador. No entanto, o Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe) fez ressalvas sobre a possibilidade de novos episódios de violência.

    No primeiro turno, em São Januário, houve brigas dentro e fora do estádio, com dois baleados e um torcedor morto numa das ruas de acesso ao campo de jogo vascaíno.

    No caso do Fla-Flu da semana passada, há um acordo entre os dois clubes para clássicos com torcida mista sendo realizados no Maracanã. O mesmo acontecerá a partir da próxima semana, nas quartas de final da Copa Sul-Americana.

    – O Flamengo afirma que as autoridades públicas do Estado do Rio de Janeiro tiram, em função de sua própria incapacidade, o direito de um contribuinte correto e responsável realizar suas partidas em seu estádio, obrigando-o atuar em uma praça esportiva que cobra taxas exorbitantes. A título de comparação, para atuar no Maracanã o Flamengo paga aluguéis quatro a oito vezes maiores que aqueles cobrados do Fluminense – disse o Flamengo, em nota oficial divulgada nesta quinta-feira.

    No confronto contra o Botafogo pela semifinal da Copa do Brasil, o próprio Flamengo tomou a decisão de levar o jogo decisivo para o Maracanã. Inicialmente, o confronto estava marcado para a Ilha do Urubu.

    A mudança levou em conta a importância do jogo e o interesse da torcida, que esgotou a carga de ingressos. No primeiro turno do Brasileiro, o Rubro-Negro recebeu o rival no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, uma vez que não recebeu todas as autorizações necessárias para que a Ilha fosse inaugurada.

    GE

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.