NA WEB
    Google+

    Vice-geral abandona reunião após atrito com vice de finanças e Bandeira

    Reestruturação de departamento na Gávea eleva tom de discussão de Mauricio Gomes de Mattos e Claudio Pracownik, prováveis adversários em 2018. Presidente joga copo na mesa antes de retirada

    Por em outubro 23, 2017

    A reunião de diretoria da segunda-feira passada foi quente na Gávea. Uma discussão entre o vice-geral Mauricio Gomes de Mattos, o vice de finanças Claudio Pracownik e o presidente Eduardo Bandeira de Mello terminou com ares de bate-boca político e até banho de água.

    O tema que esquentou o encontro, sempre realizados às segundas-feiras na sede da Gávea com os vices-presidentes, alguns diretores executivos e o presidente, foi a proposta de reformulação do departamento médico na sede da Gávea.

    Mauricio é contra, fez abaixo-assinado para defender a manutenção dos profissionais, que dão plantão de 20h semanais na sede social do clube – conforme informação da “Coluna do Flamengo”. Parte da diretoria do Fla entende que vai haver economia com a mudança de regime de atendimentos médicos. O assunto colocou em lados opostos Mauricio e Pracownik.

    O vice de finanças disse que a decisão não podia ser reflexo das eleições de 2018, indicando que o vice-geral estava pensando no pleito do ano que vem. Mauricio rebateu e questionou se Pracownik não tinha também pretensões políticas no clube.

    Em meio a discussões acaloradas, Bandeira interveio e derrubou um copo de água na mesa, na direção de Mauricio. Irritado, Mauricio se levantou e abandonou a reunião.

    A relação entre o presidente e seu vice-geral não é das melhores. Bandeira indica que vai apoiar Pracownik, que tem a “SóFla” (do grupo “Sócios pelo Fla”) ao lado. Mauricio busca apoios fora do grupo do atual presidente do Flamengo.

    O episódio foi relatado numa mesa momentos depois da reunião no restaurante “Vitória”, vizinho à sede do Fla. Pessoas ouvidas pela reportagem minimizam o caso e contam que discussões são normais nas reuniões de diretoria. Citam a festa particular de Mauricio, com a presença de Pracownik no fim de semana, para indicar que a unidade permanece na diretoria do Flamengo.

    A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do Flamengo, que não quis comentar o assunto. Assim como nenhum dos envolvidos no caso.

    O Flamengo tem eleição no fim do ano que vem. Claudio Pracownik é o provável candidato do grupo de Bandeira. Com bom relacionamento em outros grupos políticos, Mauricio Gomes de Mattos também é potencial candidato.

    GE

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.