Google+

Flamengo luta para exorcizar o Fantasma do Jogo Fora

Por em março 14, 2018

E lá vamos nós escrever mais uma página da nossa história na Libertadores. E tentar traçar um roteiro diferente da certa… Digamos… Previsibilidade dos últimos tempos.

Até pesquisei aqui uma pá de números. Sei lá pra que fiz isso se no fundo no fundo sei muito bem o que nós fizemos em verões passados. E quer saber uma coisa? Que se dane a única vitória nos últimos 10 jogos como visitante na Liberta. O melhor no momento é ser tendencioso na careta e focar no retrospecto do lado de lá, com suas míseras duas vitórias em 26 contra brasileiros na competição.

Estatísticas e números só ganham com certeza nas planilhas azuis de demonstração financeira… E talvez nem tanto, se levarmos em consideração esse recém desespero da Smurfada em tentar antecipar receita da venda do Vizeu pra quitar as ainda despesas com o Cirino.

Carpegiani nos últimos dias deu sinais de que poderia mudar de ideia na escalação inicial. Ontem já declarou que não e a formação deve ser aquela com Jonas de volante único. O técnico mandou até um “estou convicto”. É… Isso aí não colou muito. Certeza absoluta na formação ou nos nomes envolvidos é tudo que parece não existir.

Do lado de lá… Do lado de lá… Apesar do histórico caído contra os brazucas, o desempenho recente dos elétricos do Equador vai muito bem. Passeando fácil no Equatorianão com quatro vitórias em quatro jogos, o Emelec estreou com um empate fora de casa na Liberta e o grupo está todo embolado com um ponto pra cada um.

A pressão da torcida vai ser grande. Arquibancada bem perto do campo, e na última reforma as coisas foram feitas para melhorar (ou piorar dependendo de pra quem você torce) a acústica do caldeirão. Partida ideal pra gente testar a instabilidade emocional da equipe. Um dos grandes problemas da temporada passada.

Vamos naquela velha e boa (boa porra nenhuma) tecla desgastada de tanto uso. É muito provável que na manhã de quinta o tema do pós-jogo mais uma vez esteja centrado em Postura & Atitude. Se elogiando ou reclamando dessa dupla aí… Só a noite dessa quarta dirá.

Bora torcer.

Isso aqui é Flamengo.

PETISCOS

. MAIORES EXPLICAÇÕES. Sem querer ser chato… Mas quando o cara joga no Flamengo existem certas privacidades que são suspensas. Vizeu tinha que deixar bem claro o “motivo pessoal” que o impede de defender o Manto. Porque ele faz mistério e a gente daqui pensa um monte de calamidade. Uma pior que a outra.

. MUNDO INVERTIDO. O estádio do EMELEC foi construído em 1945 e já passou por quatro reformas de lá pra cá. As torres de iluminação do nosso estádio alugado, que desabaram quase um mês atrás, ainda estão no chão.

MESA DA ARCOIRIZADA

. FALHOU. Bora de roto falando do esfarrapado. A derrota do Vasco em casa na estreia, sendo que os outros dois times do grupo são Racing e Cruzeiro, pode até não ser, mas dá tom de despedida precoce.

. ALEGRIA COM O QUE DÁ. Nas últimas semanas vi botafoguense animado com a grana que vai entrar alugando o Engenhão, outros empolgados com o Aguirre, alguma animação com o trabalho do Valentim. Todo muito justo. Não dá mesmo é pra se animar com o conjunto geral da obra. A gente sabe o resultado final.

. GAZETA MERCANTIL. Das três últimas vezes que fui stalkear o noticiário do fluminenCe pra redigir o texto aqui do Boteco, o assunto principal era alguma pendência ou preocupação financeira. Já, já as notícias do Laranjal vão sair da editoria de esportes para a de economia.

MESA DA VODKA

. QUE CRISE? Brasileiros lideram no ranking dos povos que mais fizeram reservas para compra de ingressos. Só ficamos atrás de colombianos e, é claro, dos próprios russos.

. DA FINAL À PELADA. O ingresso mais caro encontrado por lá, provavelmente o melhor lugar na Final, é de R$ 3.423,00. O mais barato (só comercializado para russos) sai por R$ 69,00.

Colem nas redes, Urubus, Uruboas e Antis

https://twitter.com/sorinmercio

https://www.facebook.com/mercio.querido

https://www.facebook.com/BotecoDoFlamengo/

https://www.youtube.com/botecodoflamengo

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.