Google+

Flamengo, a Gestão do Futebol e o Técnico Estrangeiro

Por em março 30, 2018

Após resultados esportivos desastrosos nas últimas temporadas, a Nação Rubro-Negra clamava por mudanças no departamento de futebol do clube. Afinal de contas, no entendimento de qualquer torcedor que tenha um senso crítico e que entenda o que é ser Flamengo de Verdade, consegue enxergar de forma cristalina, a vergonha esportiva que o clube vem passando dentro das quatro linhas.

O clube que vem sendo destaque em diversas matérias de veículos importantes da imprensa nacional e internacional por conta do seu processo de evolução administrativo-financeiro.

Situação essa, que poderia transformar o Flamengo em um case de gestão esportiva a não ser seguido por diversos outros clubes ao redor do mundo. E quando digo isso, não falo da gestão do clube como um todo, e sim, da gestão do futebol do clube.

Afinal de contas, como explicar a gestão do futebol do Flamengo para os mais diversos gestores de clubes da América do Sul? Ou pior! Como explicar os resultados esportivos para os demais clubes de sucesso de futebol do Europeu?

Certamente… os gestores desses clubes, a imprensa especializada e os demais stakeholders do mundo do futebol teriam muita dificuldade em entender o porquê do clube Rubro Negro estar em constante evolução fora das quatro linhas e um fiasco dentro de campo.

Penso que a reformulação na gestão de futebol do clube, deveria ter acontecido em Dezembro de 2017Pois se em Dezembro do ano passado, o planejamento do futebol apontava para a manutenção do corpo técnico e executivo, como que pode no final de Março de 2018, muitos desses profissionais não servirem para o clube? 

Nesse caso, penso que: ou os indicadores de desempenho estavam sendo mensurados de forma equivocada ou o planejamento para o ano de 2018 não foi bem formulado. E vocês leitores, concordam ou discordam?

Bom… de qualquer forma, é muito bom ver a gestão do futebol do Flamengo tomando novos rumos. O que importa para todos nós torcedores(as), é que o time Rubro Negro se torne forte e vencedor.

E outra coisa: Flamengo, procure um técnico estrangeiro para dirigir o time. Saia da mesmice! Chega de ter os mesmos nomes de sempre.

Alguns dirão: “O Rueda não ficou muito tempo comandando a equipe.”

Ok. Mas e quantos técnicos Brasileiros tiveram insucessos a frente da equipe Rubro Negra nas últimas temporadas?

Com todo respeito aos técnicos Brasileiros… mas o Flamengo precisa adquirir novos conhecimentos futebolísticos e acadêmicos em outras escolas de futebol espalhadas pela a América do Sul e também pela a Europa.

Que o clube realize mais intercâmbios em clubes de futebol nas mais diversas áreas da técnica futebolística e da ciência do futebol.

Para o cargo de técnico, existem bons nomes na América do Sul. Entre eles, estão Marcelo Gallardo do River Plate que tem em seu currículo alguns títulos de expressão, como a Copa Libertadores, Copa Sulamericana, Recopa e outros…

Ou então, Ariel Holán que é técnico do Independiente. Holán, além de conquistar a Sulamericana de 2017 em cima do próprio Flamengo, é tido como um técnico muito estudioso dos conceitos e das táticas do futebol.

Já que a gestão executiva e a comissão técnica será reformulada, torçamos para que tudo dê certo e que o Flamengo pense fora da caixa e traga um técnico estrangeiro. Afinal de contas… chega de mesmice.

Abraços e até a próxima!

** Quer sugerir um tema? Então me siga no Twitter @t_nascimentorj e deixe a sua sugestão, crítica ou elogio.

Saudações Rubro Negras.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.