NA WEB
    Google+

    Tá osso…

    Por em abril 16, 2018

    Desde 2015 estamos batendo em uma mesma tecla, quase que diariamente. Coluna após coluna, vexame após vexame, indicamos o maior erro da gestão Bandeira de Mello: seu pouco entendimento e nenhum pulso com o futebol. Agora, nesse longínquo 2018, após mais um vexame, vimos nas declarações do Ricardo Lomba, VP da pasta, um pouco da nossa voz. Se era o momento correto, se foi jogada política, não interessa. Naquela entrevista ele foi a minha voz e de alguns amigos meus.

    Eu mantive meu pé atrás, já que não possuo uma grande simpatia pelo VP desde sua declaração lá no dia da sua posse, onde ele afirmava que se não fosse para seguir suas ideias ele pediria o boné. Na época procurei informações sobre qual seria o pensamento dele em relação ao futebol Rubro-Negro, e todos me falaram bem, mas, o futebol continuou sem comando, ele não pediu o boné e continuamos na mesma.

    Enfim, após seu “grito” de liberdade, algumas coisas mudaram, mas, logo depois, o presidente do clube trouxe o futebol para baixo de suas asas e sob a batuta, e por que não, batida de Fred Luz, que pode ser um grande negociador, mas, tem a presença de uma lontra em meio das raposas, que são os jogadores de futebol, empresários, etc…

    Seguindo assim, estamos na mesma. Um futebol sem pulso, sem direção, sem firmeza, ou seja, a face do mandatário. Na última semana tivemos a notícia que Bandeira de Mello pediu aos jogadores ajuda para chegar ao fim de seu mandato com alguma honra.

    Bandeira… gestor não pede, gestor dá ordem! Não é assim que se ganha um grupo, principalmente no futebol. Ali é rédea curta e chicotada. Você pode não saber fazer, mas, se quer salvar o fim do seu mandato, ache alguém que o saiba e principalmente dê respaldo. Deixa quem sabe de futebol, trabalhar futebol…

    Você teve uma chance com o Rueda, mas, não deu carta branca, acreditou no RC e hoje mantém a mesma política de não enfrentamento com a panela. Mas, lembre-se, Rodrigo Caetano precisa ser amigo dos jogadores para manter sua posição no mercado. O Flamengo não! Agora ele é passado. Desapega!

    Jogadores, dirigentes, presidentes vão e o Flamengo fica!

    Me ajuda a te ajudar…

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.