Google+

Flamengo se despede de Julio Cesar e tenta reagir na vida

Por em abril 21, 2018

Quando a bola rolar na noite desse sábado no Maraca, a partida será em parte a festa de despedida do terceiro goleiro que mais atuou pelo clube. E talvez esse seja o lado mais marcante do jogo.

O outro lado é a tentativa 3256/1032564 do Flamengo mais uma vez se reinventar nos últimos anos. Esse, infelizmente, é o lado que traz menos simbolismo. Casa cheia e jogo contra um América Mineiro que, apesar da excelente estreia contra o Sport na primeira rodada, é visto por 115 em cada 100 especialistas como um dos grandes candidatos a fazer campanha de Z4 e continuar na sua regular gangorra entre as séries A e B.

Como nosotros do lado de cá da torcida já estamos pra lá de escaldados, sabemos que o resultado de hoje pouco significa. Um novo tropeço não surpreenderá e uma vitória, mesmo que construída com um placar elástico e atuação convincente, dadas as eternas oscilações, não daria toda a confiança necessária para o decisivo jogo do meio de semana contra o Santa Fé.

De última hora pintou uma (porque não dizer suspeita?) lesão na coxa do Diego. Muito criticado após o tropeço na Liberta, teve seu nome presente nos protestos escritos no muro da Gávea e, como não poderia deixar de ser, nos apedrejamentos habituais do mundo virtual. De novidade, além do JC no gol, a presença do Ederson no banco de reservas após sua batalha vencida contra o câncer.

Se um dos grandes debates dos últimos tempos tem sido o eterno “Afinal, Diego e ER podem jogar juntos?”, hoje isso não será problema. Um lesionado (é o que nos disseram) e o outro suspenso após a atitude indisciplinada de dar com o nariz na bola no Barradão. Pelos últimos treinos, parece que Arão e Geuvânio serão os substitutos. O problema é que os últimos tempos não nos dão certeza se os dois podem atuar juntos, separados, ou seja lá como for.

Do lado de lá… Do lado de lá… O Coelho de BH vive aquele momento de alegria fugaz e está na vice-liderança da competição. Atropelou o Sport e todos os que atuaram estão disponíveis caso o Professor Enderson Moreira queira repetir o time. A dúvida fica por conta da chegada de Leandro Donizete, que foi contratado e teve a sua regularização feita nos últimos dias. Para que conste nos autos, caso você não saiba, Rafael Moura (aquele mesmo) é o camisa 9 do nosso adversário. Vamos observar.

Com administração impecável nas planilhas e coletando muitos insucessos no futebol, a diretoria parece cada vez mais atônita em não saber onde está errando. Bandeira deu faniquito após o tropeço contra o Santa Fé, atitude infantil que deve se repetir  por toda a temporada. Como quem dirige não se encontra, os dois resultados, o de hoje e o da próxima quarta, podem muito bem definir mais uma substituição no comando da equipe. Na melhor das hipóteses, a penúltima mudança de técnico no ano. Ainda tem tempo de sobra para o próximo assumir, decepcionar, e ser demitido antes da reta final do Brasileirão.

Não nos resta do lado de cá muito o que fazer…

Bora torcer.

Isso aqui é Flamengo.

PETISCOS

. ROLO DE PASTEL. Julio Cesar declarou que optou por não renovar até o final do ano por “problemas físicos”. Não sei quais os atuais, mas os futuros, caso ficasse, decorrentes do rolo de pastel da Suzana, seriam realmente graves.

. NÃO SOMOS EMPRESA. Essa é uma das frases que amanheceram na quinta no muro da Gávea. Bem… Se a gestão fosse empresarial em TODOS os setores do clube seria uma boa. Afinal, parece faltar cobrança na melhora de desempenho de alguns setores.

. NÃO SOU FEIO SOZINHO. Barbieri, sem muitas opções para defender o nosso desempenho na quarta, empurrou o problema para os outros. “O Santa Fé ainda não venceu em casa”.

MESA DA ARCOIRIZADA

. TANGO DO ADEUS. Agora me digam… Como eu faço pra rir do Vasco, mesmo após o atropelamento feito pelo Racing?

. SINCERIDADE. Gustavo Noronha, vice de futebol do Botafogo respondeu sem fugir à seguinte pergunta em recente entrevista: “Vocês têm orçamento para trazer mais alguém?”. Foi na lata e sem meias palavras: “Não… Mas vamos trazer”.

. GUERRA E PAZ. fluminenCe volta ao Maracanã após a derrota na estreia fora de casa. Da última vez que atuou no estádio, pela Sula, vaias da torcida ainda no intervalo acabaram gerando irritação e muita reclamação do Abel Braga no pós-jogo.

MESA DA VODKA

. PRESENÇA ILUSTRE. Ninguém ali vai pra Copa, mas Tite estará no Maracanã domingo para fluminenCe e Cruzeiro.

MESA DA JOGATINA

. RODADA ESTRANHA. Fica aquele lembrete básico sobre o segundo round no Cartola FC. Com lógica inversa ao que acontece da terceira rodada em diante, dessa vez quem valorizou bem na primeira tende a continuar valorizando.

Colem nas redes, Urubus, Uruboas e Antis

https://twitter.com/sorinmercio

https://www.facebook.com/mercio.querido

https://www.facebook.com/BotecoDoFlamengo/

https://www.youtube.com/botecodoflamengo

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.