Google+

Libertadores em jogo único e longe das casas

Por em agosto 17, 2018
libertadores

Ok… Em termos práticos a gente pode até questionar a pertinência de nós, rubro-negros, andarmos por aí a dar pitacos sobre A Final da Libertadores da América, tendo em vista nossa coadjuvância relegada à fase de grupos nas edições recentes, e essa carinha de que “deu ruim” logo nas oitavas esse ano, após o tropeço contra o  Cruzeiro no Maracanã. (ansioso por ter a língua queimada).

Marcelo Barreto até falou dia desses que o Flamengo tinha virado uma espécie de Inglaterra da Libertadores. Ganhou uma vez faz tempo e sempre se acha favorito. Bem… Mesmo com o Mundo Real Idiota jogando contra, nas nossas cabeças sensatas e imparciais temos mesmo que bancar de favoritos em qualquer porra de competição que o Flamengo disputar. Para todo o sempre, Flamém.

Eu acho que agora é só uma questão de probabilidade. Com tudo acertado nos bastidores financeiros, boletos, CTs, e cercanias, e com a potencial participação em todas as edições, uma hora a Taça vai acabar parando outra vez na Gávea. Logo… Logo… A não ser que a bagaça dê errado para a organização  na primeira ou segunda edição sob os novos moldes, teremos Flamengo Campeão sem o tradicional jogo de 180 minutos e sem participação do Maraca.

libertadores

Apesar da nossa conquista de 81 ter sido também com seu último jogo em território neutro… Deve ser difícil encontrar algum rubro-negro que esteja achando muita graça nessa bagaça de Libertadores travestida de Champions.

Conservadorismo ou não, a logística já tropeça de início nas seguintes questões: “Ei! Quer ver ao vivo a Final da Champions em 2019?”, e botar do outro lado da balança um “Ei! Quer ver ao vivo a Final da Libertadores?”. Se quase todo mundo responderia um sonoro sim para a primeira, com gente do mundo todo fazendo reservas em vôos para a Final antes de saber quem protagoniza a mesma, a segunda é bem mais passível de um prudente ” é quem contra quem? “.

Sei  lá o que deu nessa gente. O próximo passo é qual? Vender a Final pra China?

Pelo lado econômico nem vai fazer muita diferença para a parte da Nação que iria ao jogo no Rio. O ingresso para a Final no Maraca ia custar algo mesmo mais caro que ir até o Chile, à Venezuela, Guianas, ou sei lá onde podem ser disputadas as outras edições.

Ouvi falar inclusive que, para essa primeira Final Única, não havia muito interesse em realizar o evento no Brasil ou na Argentina, por provável envolvimento de times locais na decisão. A ideia é afastar o treco MESMO.

champions

É claro que, ainda que  o jogo decisivo for no Oriente Médio em algum momento no futuro (não duvidem) a boa é ter Nosso Flamengo na Final. Caso ainda não seja em 2019 uma participação nossa mais imponente, é torcer descaradamente para um confronto bem xoxo entre potências do futebol boliviano e venezuelano. Vai que voltam atrás e devolvem a Libertadores para Los Inchas…

Bora torcer.

Isso aqui é Flamengo.

PETISCOS SEM SAL EM PRATO NEUTRO

. EL LAVA – JATO. Se fecharem o estádio no Chile para uma reforma antes da Final, parte do mistério dessa decisão estará solucionado. É só procurar La Odebrecht Chilena e Lo Sérgio Cabron Hijo de lá que organizou essa rogonha.

. JÁ QUE É PRA IMITAR. Se a onda é copiar os europeus… Alguém aqui no Brasil podia importar o fato de que no calendário lá não existem aberrações parecidas com os Estaduais.

. INTERNET TRAVADA. É previsto grande congestionamento nos sites das cias. aéreas da Europa assim que for divulgada a data da Grande Final.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.