Google+

Fla homenageia zagueiro e placar estampa um justo zero a zero

Por em setembro 13, 2018

É… Um time todo retrancado e com um virtual centroavante no improviso com um metro e meio de altura, contra outro eternamente sem atacante e fazendo justa homenagem com onze Juans em campo. O placar sem gols foi também justo pelo que as equipes apresentaram (ou não apresentaram).

Na maior parte do jogo o Flamengo manteve o controle da partida. Aquele domínio que a gente conhece. Mais posse de bola, 765 levantadas na área, 315 escanteios, e poucos arremates realmente perigosos. O Cássio até fez uma ou outra defesa mais complicada, mas nada que a gente vá ficar lembrando na vibe do “Ah… Mas aquela bola…”.

Dadas as fragilidades ofensivas de Flamengo e Corinthians, o povo podia ter entrado em um acordo e bater logo os pênaltis ao fim desse jogo de ida. Vai ser difícil tirar leite dessa pedra aí.

Do esforço pra trazer os dois jogadores após os amistosos nos Estados Unidos, tivemos Cuéllar outra vez monstruoso e atuando os 90 minutos, e o Paquetá mais ou menos coerente com o pouco que vem apresentando nos últimos jogos.

Teoricamente é um resultado melhor pro Corinthians. A não ser que no jogo em São Paulo eles decidam partir pra dentro embalados pelo apoio da torcida. O time é limitado e pode acabar se expondo se decidir sair do 11-0-0 pra encarar o Flamengo. Bem… Aqui vai uma boa dose de otimismo, porque caso isso aconteça a gente ainda precisa contar com algum tipo de eficiência do lado de cá nos antepenúltimo, penúltimo e último toques pro gol.

As alterações até certo ponto tardias (Dourado/Uribe, Arão/Paquetá, Lincoln/Vitinho) não surtiram nenhum efeito. Talvez o maior problema do atual Flamengo comandado por Barbieri seja a previsibilidade. É o mesmo tipo de jogo, e permanece inalterado no decorrer da partida com qualquer possível substituição efetuada.

Ainda bem que o Corinthians tem uma equipe limitada. A vaga para a Final está  totalmente aberta. Tudo pode acontecer. Inclusive o mais provável, outro zero a zero.

Bora torcer.

Isso aqui é Flamengo.

PETISCOS

. IMAGINA DO LADO DE CÁ. Nos protestos da torcida do Vasco no CT pintou cobrança de que seria obrigação uma vitória sobre o Flamengo. Pô… Se eles acham isso por lá, imagina só nosso ponto de vista, dado o caos em que se encontra São Januário.

. SOS BARBIERI. Na coletiva após o jogo nosso técnico se mostrou extremamente pistola com as perguntas dos jornalistas. Parece que o Manto tá pesando.

. FORÇA, BRÁULIO. O Boteco do Flamengo vem demonstrar solidariedade com o juizão, todo enrolado com o fone de comunicação com o VAR. Quando eu invento de correr ouvindo música fico igualzinho.

. NOVA FUNÇÃO. No final do jogo, cansado de ver tanto marasmo lá na frente, na prática o nosso nove acabou virando o Réver. Eu tô aceitando de boa a opção.

. VEM VERÃO. Em alguns momentos parece que tem mais areia que grama no Maraca. Parabéns aos envolvidos na (não) administração da bagaça. Que inclusive parece que vão ter que vazar por força da lei.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.