Google+

Flamengo não toma conhecimento do Paraná e se prepara para “mata-mata” contra paulistas

E Nosso Flamengo mais uma vez fez o dever de fora de casa com maestria e confirmando a lógica como tem que ser, com futebol e disposição

Por em outubro 22, 2018

No Prezão aqui do Boteco, chegamos a acionar a prudência, lembrando que um jogo contra o lanterna do campeonato, que vem acumulando recorde negativo atrás de recorde negativo, por si só, e pelos nossos tropeços e lambanças nessa edição do Brasileirão, era motivo mais que suficiente para ligar o alerta e deixar as barbas de molho.

Mesmo com o amplo domínio na primeira etapa (70% de posse de bola) e com o gol do Paquetá logo aos 18, com defesaça do goleiro dos caras em outro lance com o Uribe, vale E MUITO ressaltar esse novo e muito bem vindo perfil do time no início de trabalho do Dorival: continuar buscando o gol. Por que o mais comum (e irritante) nos últimos tempos, seria o Flamengo abraçar carinhosamente a vantagem mínima no placar e tentar cozinhar a partida em banho-maria até o minuto 90.

Como já era previsto, o Palmeiras também fez suas duas partes esperadas: passou pelo Ceará e manteve a distância na tabela, e fez chororô no melhor estilo botafoguense sobre suas 4 suspensões para o jogo do próximo sábado no Maraca, na eterna tentativa de pressionar de forma preventiva a arbitragem e agir nos bastidores extracampo.

De vantagem real temos mais uma das tais Semanas Cheias pela frente, enquanto nosso próximo adversário tem jogo duro na Bombonera pela semi da Libertadores. Um resultado negativo na Argentina (sem exageros no placar) pode até levar Felipão a poupar um ou outro titular contra a gente, aproveitando a sua leve gordurinha acumulada com méritos ao longo da competição.

Não temos suspensos e Dorival foi cirúrgico na segunda etapa, substituindo jogadores que estavam pendurados com dois amarelos. A dúvida fica se haverá algum tipo de suspensão interna após a mais que estranha atitude do Diego Alves fazendo mimimi com a reserva…

Já que estamos mesmo em época de fake news, o goleiro podia dizer que tinha entendido e ficado indignado achando que o “banco” era ir até a instituição bancária da esquina pagar algum boleto, atividade mais que endeusada pela diretoria. Daí a gente fingia que acreditava, ele voltava para o gol, e vida que segue…

O próximo jogo é decisivo mais em caso de triunfo alviverde que nosso. Se os caras ampliam a vantagem, dada a tabela mamão-com-açúcar que ainda têm pela frente, nossa vaquinha provavelmente irá para o brejo. O negócio é meter mais uns três ou quatro (mal acostumado… você me deixooooooouuuuuu… mal acostumado…) e partir para a rodada seguinte, quando teremos um mata-mata mais pálido contra outro time de sampa, já que o objetivo do tricolor paulista agora tá mais com cara de ser garantir uma vaga na fase de grupos da Libertadores.

Bora torcer (dá-lhe Peixe no confronto com o Inter logo mais).

Isso aqui é Flamengo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.