Google+

A transparência do Programa de Sócio Torcedor do Flamengo

Por em outubro 26, 2018

Em 2013, o Clube de Regatas do Flamengo lançou o seu Programa de Sócio Torcedor.

Em uma cerimônia formal, o clube convidou toda a torcida do Flamengo para colaborar com o fortalecimento do futebol Rubro Negro.

Através da associação ao Programa de Sócio Torcedor Rubro Negro, o torcedor do Mais Querido teria a prioridade na compra de ingressos para os jogos do Flamengo e também… todo o conforto na hora de comprar os seus ingressos. Afinal de contas… quem se associasse ao programa, poderia comprar qualquer ingresso pela internet. E além dessas comodidades, bastaria o torcedor ir diretamente ao estádio e passar o seu cartão-ingresso na catraca do estádio (ou seja, fila nunca mais!).

Apesar desse tipo de tecnologia já está em funcionamento há muito tempo no futebol europeu… convenhamos que esse tipo de iniciativa ainda é muito pouco utilizada no Brasil (não só a iniciativa em si, mas também… a eficiência e a eficácia da gestão do programa e do relacionamento no dia a dia com os torcedores).

É fato que muitas pessoas (e eu me incluo), não pensaram duas vezes e logo se associaram ao programa. Não apenas pela facilidade de se comprar ingressos pela internet (sim, no Brasil as pessoas ainda precisam passar horas e horas na fila para comprar/trocar um ingresso), mas de efetivamente… contribuir com a montagem de um time forte e que esse time pudesse conquistar a maior quantidade de títulos possíveis.

De fato, poder fazer parte desse tipo ação, motiva qualquer Rubro Negro.

No primeiro momento, vieram as conquistas da Copa do Brasil 2013 e do Campeonato Carioca 2014.

Aparentemente, tudo transcorria na maior tranquilidade. Aliás… seria inevitável não pensar que o Flamengo continuaria subindo degrau a degrau e que de dessa forma, o clube conquistaria títulos ainda mais expressivos (Sul-Americana, Brasileiro, Libertadores e quem sabe… conquistar novamente o Mundial de Clubes ).

Entretanto, não foi isso que aconteceu. O futebol do clube começou a apresentar resultados vexatórios. Ano após ano.

A cada dia que se passava, o Flamengo arrecadava mais e mais. E entre as fontes de receita do clube, está a receita do Programa Sócio Torcedor.

Apesar do clube aumentar o valor da sua receita anos após ano, o clube não consegue conquistar títulos de grande relevância no cenário nacional/internacional. O que de certa forma, mostra que dinheiro não é tudo na vida. Afinal de contas… o segredo do sucesso empresarial, é alcançar os objetivos da organização. O que consequentemente, também fará com que a organização arrecade mais dinheiro. Isso sim, é um ciclo virtuoso.

Mas ao contrário do ciclo virtuoso, o Flamengo faz o caminho inverso. Quanto mais o Flamengo arrecada, mais vergonha o futebol do Flamengo faz dentro das quatro linhas. Pois como todos sabem, o real superávit do Flamengo são os títulos conquistados dentro das quatro linhas.

É claro que o futebol não é uma ciência exata. Portanto, é óbvio que o Flamengo não conquistará todos os campeonatos que disputar (embora seja isso que todos nós torcedores almejamos). Até porquê, dentro de campo também tem uma outra equipe com onze jogadores. Cuja a equipe pode ser tão bem preparada (ou até mais bem preparada que a equipe do Flamengo). Entretanto, o Flamengo é um clube gigantescoe que por isso, obviamente tem um poder de captação de patrocínios muito maior do que as demais equipes do Brasil. E todo esse gigantismo se dá ao enorme tamanho da maravilhosa Nação Rubro Negra.

Entretanto, todo esse dinheiro captado (inclusive do Programa de Sócio Torcedor) não tem surtido efeito para o clube conquistar de títulos relevantes no futebol.

Embora o Flamengo invista cada vez mais no time de futebol contratando jogadores (inclusive aqueles que vem da Europa e de outros continentes), é inevitável dizer que a gestão do futebol do Flamengo tem contratado jogadores (ou até mesmo, renovado o contrato de outros atletas) que possuem uma capacidade técnica muito aquém da capacidade técnica necessária para elevar o patamar de qualidade do futebol do Rubro Negro.

E em função desse cenário, o Sócio Torcedor do Flamengo pode se fazer a seguinte reflexão:

“Será que vale a pena ser Sócio Torcedor?”

É claro que se pensarmos de uma forma racional, o custo benefício de uma forma geral do associado…é muito baixo. Afinal de contas, o que todo Sócio Torcedor almeja, são os títulos. Esse é o real retorno que o Programa de Sócio Torcedor do Flamengo pode dar a todos seus associados.

Porém… se pensarmos de uma forma mais ampla, é claro que apesar do Flamengo não ter conquistado nenhum título relevante desde 2013, o montante arrecadado pelo programa, significa uma quantia significativa para o futebol do clube.

Acredito que ao invés de sair do programa de Sócio Torcedor, a torcida do Mais Querido deve cobrar para que o programa de Sócio Torcedor do Flamengo tenha o mesmo nível de transparência que o clube tem para com a publicação do seu balanço anual, no qual o clube detalha como foi utilizado todo o seu orçamento anual.

Da mesma forma, que a gestão do clube publica periodicamente todo os dados do orçamento anual do clube, penso que a gestão (seja ela qual for), deve dar transparência total ao valor arrecadado no programa de Sócio Torcedor. E da seguinte forma:

– Qual é o valor destinado do programa do Sócio Torcedor, para a contratação de cada jogador de futebol?

– Qual é o valor destinado do programa do Sócio Torcedor, para pagar a folha salarial de todo o departamento de futebol?

– Quanto custa cada jogador (mensalmente) ao programa de Sócio Torcedor?

– Existe algum valor destinado a melhorias (infraestrutura, software, pessoal, etc…) que foi (ou é) utilizado com o valor arrecadado do programa de Sócio Torcedor? Se a resposta for sim, quanto do total arrecado é destinado para essas melhorias?

Penso que esse tipo de atitude administrativa deveria ser um ato permanente do clube (independente de chapa, de dirigentes ou de qualquer corrente politica do clube). Aliás… eu até acho que esse tipo de ato deveria ser incluso no estatuto do Flamengo.

Muitas entidades esportivas no Estados Unidos já se utilizam dessas práticas para com os seus torcedores. Então, penso que esse nível de transparência seria interessantíssimo de ser adotado pelo Clube de Regatas do Flamengo.

Acho que esse tipo de atitude, aumentaria ainda mais o desejo de cada torcedor do Flamengo de participar desse programa. Até porquê, com a transparência dos dados nesse nível, cada torcedor do Flamengo poderia se sentir realmente partícipe desse projeto não apenas contribuindo financeiramente, mas também… cobrando a gestão do clube em relação como é empenhado cada centavo que ele coloca no Programa de Sócio Torcedor. Pois dessa forma forma, todos os torcedores do Flamengo podem cobrar uma melhor gestão por parte Departamento de Futebol.

Penso que esse tipo de atitude administrativa deveria ser um ato permanente do clube (independente de chapa, de dirigentes ou de qualquer corrente politica do clube). Aliás… eu até acho que esse tipo de ato deveria ser inclusa no estatuto do Flamengo.

Esse tipo de transparência só traria benefícios ao clube, ao futebol Rubro Negro e principalmente… para a imensa torcida do Flamengo.

Abraços e até a próxima!

 

** E aí, gostou do texto? Então me siga Twitter através do endereço @t_nascimentorj e deixe a sua sugestão, crítica ou elogio.

 

Saudações Rubro Negras.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.