Google+

Flamengo joga melhor após expulsão do Paquetá e reparos de Dorival

Maaaaaassss que primeiro tempo gostoooooosoooo…

Por em novembro 19, 2018

A primeira etapa de Flamengo x Xipó na Ilha da Fantasia só não deu mais sono em quem tava assistindo, por conta do ódio que baixou em todos nós assim que a zebra começou a passear no Sul com o gol do Paraná sobre os pigs.

O time parecia jogar com menos onze em campo. Talvez reflexo das curiosas escolhas do Dorival para o inicio da peleja. Léo Duarte na lateral e Geuvânio no lugar do Everton Ribeiro, somados ao nosso desempenho sofrível contra o povo da parte baixa da tabela, se já foi duro pra Nação, imagina para os pobres vascaínos, que tiveram que deixar o orgulho de lado e passar uma agradável tarde de domingo torcendo para o Mais Querido?

A modorrência foi tamanha que até aquela nossa característica arame liso não funcionou. Coisa rara, o Xipó teve mais posse de bola que nós na etapa inicial. Ainda bem que… E sabemos como isso é… Sem oferecer grande perigo, fazendo o César trabalhar sério uma única vez após perigosa cobrança de falta.

Na volta do vestiário o jogo seguia tão pobre que o Paquetá, pensando em sua vida futura na Europa e entediado com o nível do futebol tupiniquim, decidiu sair mais cedo do jogo, pois não estava fazendo nada mesmo. De quebra ainda encurtou sua participação por aqui, podendo folgar na noite de quarta no importante jogo contra o Grêmio.

Daí… Daí… O Dorival coçou a cabeça e deve ter humildemente pensado: “Quer saber de uma coisa? Saporra aí que eu inventei pra pagar de diferentão não tem muito futuro”. Mandou ER e Berrío para o campo e a dupla incendiou o jogo. Em parte porque deram mais qualidade à troca de passes, em parte porque entraram com vontade de jogar bola.

Pra não ficar feio, o resto do time atendeu ao chamado e caiu pra dentro. Até o Léo Duarte, perdido na maior parte do tempo, começou a aparecer lá  na frente e, já que o chefe teve a ideia, tirar uma onda de lateral.

E a dupla vinda do banco quase resolveu sozinha com cruzamento do camisa 7 e cabeçada do colombiano que acabou beijando a trave.

Após o gol do Arão bateu um certo desespero na equipe comandada pelo capitão Gabriel Jamal. Daí foi só administrar pra passar o Inter e diminuir um pouco o abismo que nos separa do Palmeiras.

Bem… O Paraná é o pior time da competição e com essa ninguém contava. Como pra turma lá debaixo qualquer pontinho conta, retrancas serão armadas por América-MG e, dependendo da tabela, Vitória na última rodada. Como quebramos esse galho pro Vasco, quem sabe eles não fazem uma graça contra o líder em São Januário?

Importante vitória pra praticamente assegurar a fase de grupos da Libertadores. Título? Aqui no Boteco não estamos botando muita fé, mas vai que…

Bora torcer.

Isso aqui é Flamengo.

PETISCOS

. CADA UM COM SUA OPINIÃO. Frase do Dorival: “Não é que Paquetá, Geuvânio e Dourado vinham mal”. Com certeza. Os dois primeiros vinham péssimos, o último nem sequer vinha.

. ESSA O KLEBINHO NÃO ENTENDEU. Se o argumento do Dorival para o banco pro ER é o cansaço da temporada… Imagina o que acha o jovem lateral, que nunca joga e tem toda a disposição da juventude a seu favor, sendo preterido e vendo Léo Duarte em campo na sua posição.

. FILOSOFIA PURA. Declaração do Milton Mendes na coletiva após o jogo: “Falei que o Flamengo é muito qualificado, mas os meus jogadores também são. Entre eles e os meus, prefiro os meus. Até porque eles são os meus”.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.