Google+

Flamengo e Grêmio duelam em campo pelo G4 e nos bastidores pelo técnico

Por em novembro 21, 2018

Flamengo e Grêmio fazem na noite de hoje o último confronto direto no campeonato dos quatro postulantes à permanência na faixa de classificação para a fase de grupos da Liberta.

Levando em conta que o Palmeiras já está garantido, os dois do confronto de hoje no Maraca, mais Inter e São Paulo lutam pelas três outras vagas.

Né por nada não, mas “nóis tá” benzão na fita e uma vitória hoje praticamente carimba o passaporte (preguiça de verificar se já são garantias matemáticas).

Vamos sem Paquetá e Dourado. O primeiro ainda está com o corpo aqui,  mas a cabeça já na Itália. O segundo teve uma ziquizira na fuça e tá no estaleiro. Sem problemas. Diego Homão da Porra Ribas assume a meiúca, e Uribe deve manter nossa centroavância no seu corriqueiro modo piloto automático e contando com a sorte.

Do lado de lá… Do lado de lá… Após desgastantes mais de 70 partidas na temporada, Renato Gaúcho segue fazendo seu competente rodízio, e convenhamos que material humano há para tal… Bem… Rolam uns refugos lá que ninguém em sã consciência apostaria um dólar furado tempos atrás, mas daí o técnico… Bem… Isso é assunto em parágrafo mais adiante. Desfalque certo na zaga é Kannemann, que atuou ontem pela seleção hermana em amistoso contra o México.

Quase 30 mil ingressos vendidos. Parece muito? Até que nem… Muito disso reflexo de ser este o último jogo que compunha um pacote para os STs, comercializado semanas atrás, quando realmente a fé no título ainda era forte.  Caso dê a lógica (infelizmente) e o Palmeiras chegue com o título garantido na última rodada, nosso jogo contra o Furacão vai… Ou ficar vazio, ou ter ingressos nos moldes chororôs de dois-e-cinquenta-grátis-um-refresco.

Se dentro de campo o duelo tem tudo pra ser interessante, fora dele, nos bastidores, rola o conversê eterno e enjoativo sobre se Portaluppi pinta ou não como técnico do Mais Querido na próxima temporada. Com proposta do Grêmio já na mesa, o Flamengo vai chegar atrasado nessa briga por estar administrativamente congelado até 8 de dezembro, quando os paspalhos necessários roxos e rosas duelam nas urnas.

Renato faz charme. Flerta aqui e acolá sem dar certeza de nada em declarações vagas, mas aqui no Boteco estamos achando que tá mais com cara de Abelão no comando do Ano Mágico que está prestes a se iniciar. Pior pro Renato, pior pra Carol.

Bora torcer.

Isso aqui é Flamengo.

PETISCOS

. RAIZ x NUTELLA. Se em ano de título nosso atacante queimava o pé na lâmpada apagada, em ano de não título nosso nove tem uma irritação na pele do rosto tratada com antibióticos.

. NÃO, NÃO FIZERAM. O papo do César de que ainda há esperança e que o negócio é “vencer e aguardar”, e que é “possível alcançar os 9 pontos”, dá mó pinta de no futuro rolar um “fizemos nossa parte”.

. TEMOS RAZÃO. O mítico Moraes declarou em seu último texto a mesma tecla que o Boteco aqui vem batendo dia sim e o outro também sobre roxos e rosas: TUDO FARINHA DO MESMO SACO. Com todos os pontos negativos e positivos que isso significa.

MESA DA ARCOIRIZADA

. PARABÉNS PRA VOCÊ. Na rodada passada a zaga cruzmaltina chegou à bela marca de 90 gols sofridos na temporada. Chegaremos ao gol 100?

. ALEGRIA DE POBRE. Ameaça de rebaixamento afastada, o Botafogo vai com tudo pra garantir uma vaga na Sula. Alguns mais eufóricos e com noções fracas de matemática chegam a delirar com a possibilidade de uma pré-Liberta.

. SAUDADES DE MBAPEDRO. Já com cinco jogos sem balançar as redes adversárias, fluminenCe iguala recorde negativo de 1974.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.