Google+

A imprensa esportiva e a falácia de que o Flamengo inflaciona o mercado

Por em janeiro 5, 2019

O futebol brasileiro sempre foi marcado por gestões incompetentes.

Muitos atribuem essa situação ao antigo chavão de que “antigamente o futebol era amador”. Chavão esse, no qual eu discordo completamente. Afinal de contas, gestão é gestão em qualquer dia, ano, década, século ou milênio.

Esse chavão é a desculpa de todos os dirigentes incompetentes que já geriram algum clube de futebol. Aliás… muitos deles ainda estão na ativa. Seja fazendo parte da gestão do seu clube do coração, ou então… trabalhando ativamente na vida política do clube em questão.

Vale lembrar que muitos desses dirigentes históricos (e que foram incompetentes durante boa parte do tempo que passaram gerindo os seus respectivos clubes) são tratados como mitos.

Infelizmente… em 80% do tempo, a vida política de um clube de futebol é uma merda.

Na maior parte dos tempo, os atores políticos desses clubes são os mesmos de sempre. E por conta disso, essas pessoas e os seus respectivos puxa sacos vivem a endeusá-los. Além disso, boa parte dos jornalistas esportivos brasileiros são fervorosos puxa-sacos desse pessoal.

E todo esse puxa-saquismo jornalístico, tem como objetivo, o acesso a informações privilegiadas (que na maior parte das vezes… são vazadas de forma totalmente distorcidas).

E podem reparar… raramente esses “jornalistas” criticam de maneira firme esses dirigentes incompetentes. Até porquê… se criticarem, com certeza perderão essa “boquinha”.

Na maior parte de suas gestões… esses dirigentes incompetentes estraçalharam as finanças e a saúde administrativa dos seus respectivos clubes. Mas… por conta do puxa saquismo jornalístico e da falácia dos grupos políticos dos clubes de futebol, esses dirigentes são endeusados. Muitos deles ganharam alguns títulos importantes… porém destruíram o horizonte financeiro/administrativo e esportivo do seus clubes por no mínimo… dez anos pra frente.

E muitos torcedores… por conta do total desconhecimento da vida política do seu clube, acabam por endeusar esses tais dirigentes históricos. E por conta disso… esses dirigentes acabam ganhando o famoso “perdão esportivo”. E é aí que o chavão citado no início do texto (“antigamente o futebol era amador”) cai como uma luva para esse pessoal.

E muitos dos dirigentes atuais, se apoiam nessa bengala para justificarem a sua incompetência. Logo, muitos clubes de futebol do Brasil continuam a dever até as suas calças.

Muitos desses clubes de futebol… possuem todos os tipos de dívidas: passivo trabalhista, dívidas com o Governo, salários, conta de água, luz, estádio, centro de treinamento, salários de funcionários, contratações de jogadores, e por aí vai…

Apesar de toda a incompetência esportiva em Terra e Mar, o Clube de Regatas do Flamengo vem trabalhando para zerar o seu passivo financeiro.

É claro que toda a empresa deve. Aliás… dever alguém ou a alguma instituição não é problema. Desde que você tenha a qualquer momento, condições de quitar totalmente a sua dívida (situação essa que os clubes esportivos do Brasil ainda não tem condições). Nem mesmo o Flamengo está nessa condição. Afinal de contas, o Mais Querido precisa ter dinheiro para honrar o salário e as demais despesas com seus os funcionários, atletas e todos os demais custos operacionais de toda a temporada.

Portanto, a história de que o Mais Querido do Brasil pode utilizar todo o seu faturamento anual para quitar de uma só vez tudo o que deve, é história pra boi dormir. Sou Torcedor do Flamengo. Mas sei que esse tipo de atitude não é a mais recomendada para esse tipo de situação.

E devido a esses esforços que o Flamengo tem feito, o clube tem tido mais dinheiro para realizar seus investimentos.

Se os gestores que passaram recentemente pelo clube foram incompetentes na hora de realizarem as contratações de atletas para todas as modalidades e também… na contratação dos demais profissionais do clube, isso é uma questão que precisa ser resolvida o mais rápido possível. Mas… independentemente disso, o clube tem tido a cada ano que passa, mais dinheiro para investir nas contratações de profissionais para trabalharem no clube.

E essa melhora em sua gestão, vem causando diversos comentários bizarros na imprensa esportiva brasileira. Perguntas como “de onde vem o dinheiro?”, “vai pagar quando?”, “não pode fazer uma proposta como essa ao jogador X”, têm demonstrado o quanto a maior parte da imprensa esportiva brasileira é incompetente ao analisar dados e fatos antes de construírem as suas reflexões.

Muitos programas esportivos passaram a tratar o Flamengo como o “malvadão do futebol brasileiro”. Enquanto isso, outros clubes que tem administrações horrorosas e que já deveriam ter fechado as suas portas (igual ao Flamengo, até um passado recente) tem as suas gestões e os seus respectivos dirigentes endeusados. Esse é o nível do atual jornalismo esportivo brasileiro.

Recentemente… muitos desses jornalistas passaram a criticar (???) possíveis investidas do Flamengo em alguns jogadores. Muitos(as) jornalistas… dizem que essas ofertas teriam tido valores expressivos  e absurdos para o futebol brasileiro. E pasmem!!! esses profissionais dizem que o profissional x, y, ou z, não podem receber salários como esses.

Porra! desde quando algum indivíduo(a) da imprensa é juiz para decidir quando uma pessoa pode ganhar? Era só o que faltava!!!

Ninguém tem esse direito. Vivemos em um país livre. Portanto, cada um tem o direito de negociar o contrato de trabalho que quiser. A gritaria da imprensa esportiva gera até vergonha alheia.

Agora… os Sócios- Torcedores, podem e devem ter acesso do valores que eles destinam para o futebol do seu clube. Isso se chama Transparência. Afinal de contas, ele é o contribuidor direto do futebol do clube. E caso ele concorde/não concorde com a forma que o seu dinheiro vem sendo gerido pela gestão do Flamengo, ele tem todo o direito de cancelar ou manter,  a sua contribuição. Porém… isso não é regular o salário.

Esse tipo de transparência nada mais é, do que uma ação obrigatória de qualquer projeto de crowdfunding implementado em qualquer lugar mundo.

As bizonhas críticas vão desde “o Flamengo infla o mercado” até as críticas com o cretino viés político-ideológico, no qual esses jornalistas (são mesmo?) dizem “que o Flamengo não pode ter um time muito forte, pois todos os times precisam ter equipes tecnicamente parecidas”.

Desde quando o Flamengo não pode ter um time forte? desde quando o Flamengo tem que (obrigatoriamente) ter um time tecnicamente parecido com os demais times? Se o Flamengo teve a vergonha na cara de começar a pagar religiosamente o que deve na praça e ainda teve a competência de aumentar as suas receitas, que problema tem em o Flamengo oferecer uma proposta com um valor bem expressivo para um ou mais jogadores? Essa é a velha cretinice do jornalismo esportivo trabalhar(???) em prol da sua crença política-ideológica ao invés de trabalhar de verdade com em prol de boas análises jornalísticas.

A imprensa tradicional vem caindo em descrédito. Não apenas no futebol, mas em análises políticas, econômicas, ambientais, esportivas e assim por diante. Se você acompanha jornais, revistas, etc… em busca de uma análise imparcial, sabe o quanto tem sido dificultoso encontrar reportagens e análises de qualidade.

Porém… a imprensa como um todo, têm perdido espaço para pessoas independentes (sejam aquelas que trabalham por hobby e amam o que fazem e também, para aquelas que encaram esse trabalho como a sua profissão). Entretanto, acredito que a imprensa tradicional ainda tenha uma sobrevida (em termos de credibilidade) no cenário nacional. Pois ainda existem (mesmo que poucos) profissionais competentes.

Além disso, surgem em profusão… muitas pessoas canalhas que se utilizam da internet para se rotularem como independentes.Entretanto, todos nós sabemos que essas pessoas (profissionais ou não) se utilizam do mesmo expediente que a imprensa tradicional: bajulam dirigentes, são parciais, são partidárias e apuram pseudo-informações.

Esse assunto já foi debatido. Para saber mais, clique aqui e leia a minha opinião sobre esse tema em específico.

E esse tipo de situação, dá a imprensa tradicional, a desculpa de que informação bem apurada e divulgada, são sempre aquelas divulgadas no meios de comunicações tradicionais. O que cá pra nós… é uma falácia. Afinal de contas… basta assistir, ler e ouvir esses profissionais, que você logo perceberá o quão boa parte deles são totalmente parciais. Portanto, muito cuidado ao consumir informações (seja ela da categoria e do assunto que for).

O Clube de Regatas do Flamengo não é bagunça. Logo, essas pessoas precisam respeitá-lo.

Abraços e até a próxima!
** Siga o autor do texto, através da seguinte conta no Twitter: @t_nascimentorj
** E aí, gostou do texto? Então deixe a sua sugestão, crítica ou elogio.
Saudações Rubro Negras.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.