Google+

O Carioqueta voltou

Por em janeiro 18, 2019

No próximo final de semana começará o Carioqueta. Campeonato esse que outrora já foi denominado como o “Mais Charmoso do Brasil“, mas que nos dias atuais… não passa de conjunto de peladas de final de semana.

É bem verdade que o clube Mais Querido do Brasil já está acostumado a fazer barba, cabelo e bigode desde que o campeonato de futebol profissional do Estado do Rio de Janeiro foi criado.

Não à toa, o Clube de Regatas do Flamengo é a agremiação esportiva que mais vezes conquistou o caneco dessa competição (34 vezes). Isso sem contar a quantidade de vezes que o Mengão conquistou a Taça Guanabara e a Taça Rio.

Ah! não podemos nos esquecer que o clube Rubro Negro também possui a supremacia de vitórias sobre os demais times de futebol do Rio de Janeiro. Resumindo: o Flamengo é Foda.

Todos esses fatos citados anteriormente só servem para constatar que o Flamengo é a atração principal do Campeonato Carioca. E isso não é papo de torcedor. Afinal de contas, os números estão aí para comprovar.

O Flamengo também está incluso nas partidas com os maiores públicos do campeonato de futebol do Estado do Rio de Janeiro. Portanto, é difícil imaginar qual seria a repercussão do Campeonato Carioca para o país, se o Flamengo não fosse o partícipe dessa competição.

Nos últimos anos, vemos que o carioqueta vêm definhando não apenas como um produto do entretenimento para a TV, mas principalmente… como um produto para os amantes do futebol carioca.

A cada dia que passa, o nível técnico da competição só piora.

O grau de concentração que o torcedor tem que ter para não dormir enquanto assistem a essas peladas pela televisão, é gigante. Agora, imaginem só, o nível de guerreiragem do torcedor que vai ao estádio assistir esses jogos in loco.

Porra, na moral… o torcedor que sai de casa com um calor que praticamente chega aos 40 graus durante o verão, para ir a esse tipo de jogo, deveria ganhar uma medalha de honra ao mérito no exato momento em que passasse o ingresso na catraca e girasse a roleta. Tem que ter muita disposição para encarar jogos tão ruins.

Até mesmo a fórmula de disputa que ao meu ver,  era tão legal… foi alterada para pior.

Some a esse fraco campeonato, a falta da promoção dos jogos como um evento esportivo do Rio de Janeiro. Fator esse que faz com que o desinteresse do torcedor carioca aumente ainda mais por essa competição. É por essas e outras… que muitos torcedores abandonam as arquibancadas durante esse período.

Algumas pessoas que defendem que o torcedor deveria comparecer aos estádios em qualquer situação. Posição essa que eu discordo em 100%. primeiro porquê cada um faz da vida o que quiser. Além disso, o torcedor é apaixonado mas não é otário. Afinal de contas, com a quantidade de opções de entretenimento que temos hoje (e em todas as faixas de preço), é bem provável que muitos torcedores aproveitem o verão (época no qual disputa-se o Campeonato Carioca) para curtirem uma ida a algum parque aberto, praia, entre outros passeios nos quais ele pode ir sozinho ou com a sua família.

A fórmula de disputa é horrível e a qualidade técnica é baixa e a promoção da competição é fraca. Portanto, é óbvio que o o campeonato carioca será preterido por outras opções de lazer.

É por esses e outros milhares de motivos, que se existe a necessidade de realizar diversas promoções afim de atrair o público. Se a qualidade do espetáculo (essa é a forma mais efetiva de se atrair público) não é capaz de atrair os torcedores, que se atraia o público pelo valor do ingresso.

Então… caso não haja uma promoção de sucesso para atrair os torcedores por parte da organização do campeonato, que o Flamengo faça essas ações por conta própria.

Promoções do tipo, “compre um ingresso e ganhe outro”,” quem for ao jogo com a camisa do clube paga metade do valor do ingresso leva outro”, e outras promoções possíveis… são uma forma de atrair torcedores que dificilmente iriam a partidas como essas.

Durante o Campeonato Carioca, o objetivo primário do DP de Marketing do Flamengo (alinhado com o DP de Finanças) tem que ser o seguinte: colocar gente pra dentro do estádio. E espero que os dirigentes dessas pastas, sejam assertivos nessas estratégias ao longo do campeonato.

Já no campo esportivo, as notícias são as melhores possíveis. Além de ser o franco favorito, a torcida do Mengo terá o seu primeiro contato com os novos reforços para a temporada 2019: Gabigol, Arrascaeta e Rodrigo Caio.

No próximo dia 20/1, o Mengão estreará no Maraca contra o time do Bangu. Se no Domingo fizer o calor que tem feito durante o mês de Janeiro aqui na Cidade Maravilhosa, acho que uma vitória por 2×0 seria o suficiente para começar bem o campeonato.

Só espero que todos esses reforços tenham a consciência de que jogar no Flamengo não é a mesma coisa do que jogar em qualquer clube do Brasil. Aqui meu amigo, a pressão para fazer sempre grandes atuações dentro de campo, é gigantesca.

Agora, com relação ao nível do campeonato… a diferença entre o nível técnico do elenco Rubro Negro para os demais times que disputarão o Cariocão, é abissal.

A cada dia que passa, essa diferença técnica só aumenta. Logo, não é surreal dizer que o Flamengo tem a obrigação de vencer o Campeonato Estadual até mesmo, com o seu time reserva.

Ok. É sabido que futebol se resolve dentro das quatro linhas. Portanto, sabemos que o Mais Querido do Brasil não vencerá essa competição todos os anos. Porém, devido a diferença de estrutura, orçamento e gestão, o Flamengo tem a obrigação de pelo ao menos… vencer três edições seguidas a cada quatro que disputa.

A rivalidade que existia entre o Flamengo e os demais clubes, infelizmente ela não existe mais. Hoje, o Flamengo precisa olhar para frente e esquecer o cenário do futebol do Estado do Rio de Janeiro. Hoje, o clube Rubro-Negro precisa focar no cenário nacional e no cenário internacional. Pois o cenário do futebol do Rio de Janeiro praticamente não existe mais.

Com todo o respeito as demais equipes que disputam o Carioqueta, mas essa é realidade nua e crua do fatos.

Sendo bem sincero… por mim, o Campeonato Carioca nem existiria mais.

Além de onerar os clubes com diversos jogos tecnicamente fracos e sem apelo… o campeonato também atrapalha o aproveitamento da preparação dos clubes durante a pré-temporada. Pois dessa forma, os times e as comissões técnicas possuem pouquíssimo tempo para realizar as contratações para dentro e fora de campo e que serão muito importantes para o bom resultado esportivo da temporada. Isso sem contar que durante esse tempo, os clubes poderiam para excursionar pelo país (e por quê não… fora dele), afim de fortalecer as suas respectivas marcas.

Mas… como esse campeonato existe, que o Flamengo se faça presente na Federação local (não para acatar todas as decisões de cabeça baixa), mas sim… para propor melhorias na gestão e na organização campeonato. Além é claro, de cobrar os seus direitos enquanto filiado ao ente responsável pelo futebol do Rio de Janeiro.

E que dentro de campo… o Flamengo conquiste mais uma taça para a sua sala (já cheia) de trófeus. Vamos Flamengo!

Abraços e até a próxima!

** Siga o Thiago Nascimento, através da seguinte conta no Twitter: @t_nascimentorj

** E aí, gostou do texto? Então deixe a sua sugestão, crítica ou elogio.

Saudações Rubro Negras.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.