Google+

Com reforços no banco, Abel vai para seu primeiro Clássico do ano

Por em janeiro 26, 2019
botafogo flamengo

Aí sim… Apesar do Ferjão ser cada vez mais Carioqueta e menos Cariocão, e apesar também dos clássicos que nos envolvem serem cada vez menos Clássicos, diante da combalida situação dos nossos rivais, é sempre um alento ver que do outro lado do campo tem uma camisa que pelo menos nos faz lembrar dos grandes duelos de outrora.

Jogar contra os três patetas virou um treco meio desbotado, meio com cara de dormido. Mas a gente sabe que Coca-Cola sem gás, pizza de bar ruim e praia sem sol, ainda que longe do ideal, têm lá o seu valor intrínseco.

Por exemplo… A gente ainda fica puto quando perde (ou até empata) pra essas lástimas, o que por si já é um sinal que o confronto ainda tem seu lugar na parte do nosso cérebro que gerencia as emoções, o oposto do que ocorre nos sonolentos embates contra a nanicada do Estadual.

Quem parece não dar muita trela pra esse tipo de sentimento pobre que nós torcedores, com muito esforço emocional, ainda damos um jeito de cultivar, é o Abel.

Se as tendências da semana se confirmarem, o revezamento insano entre nossos supostos elencos A e B terá prosseguimento logo mais. Rodízio tratado de forma fria, como se fosse um campeonato de futebol de botão, onde realmente a qualidade dos 22 “jogadores” escolhidos tenderia à equivalência.

Olhando friamente, por uma mera questão de calendário, papelada, ou sei lá mais o que deixado nas mãos do acaso, Gabigol e Arrascaeta foram parar no time B, que pelo observado no último jogo, tava mais perdido que os garotos do Vasco na Copinha quando viram tanta água.

Ainda que no caso do Arrascaeta a gente tope (com muita benevolência) o argumento do preparo físico, do outro lado da questão, mandar o URIBE pro campo em vez do Gabriel (bora deixar esse troço de Gabigol se materializar primeiro) é uma indecência. Se há algum tipo de problema físico envolvido, dá uma cadeira de praia pro recém contratado e manda ele ficar sentado lá perto da área esperando a bola passar por perto.

Do lado de lá… Do lado obscuro do Clássico, iluminado pela fraca luz de uma lanterna com pilha gasta, tem o Botafogo. Levou três da Cabofriense, empatou com o Bangu, e pode hoje mesmo dar adeus às semifinais da Taça Guanabara. Na balança do vai e vem foram 15 saídas e 5 reforços. O principal deles, o ex-fluminenCe Diego Cavalieri… pro banco.

Zé Ricardo admite o favoritismo do lado de cá, afirma que tem como equilibrar e decreta: “Botafogo vai jogar da maneira que a gente quer que jogue na temporada”. Esperamos que seja da maneira que nosotros desejamos também.

E o pior de tudo… É que tem realmente como equilibrar. Mesmo com as invencionices abelianas, nosso time é melhor. Mas… Mas… As temporadas recentes nos provaram que os adversários podem sim nos superar, se ganharem na VONTADE. E isso, com equipe A, B ou C, o Flamengo Nunca Poderia Deixar Acontecer.

Bora torcer.

Isso aqui é Flamengo.

PETISCOS

. TOLERÂNCIA ZERO. Em enquete que tá rolando lá no GE, a galera tem a chance de escalar o time titular ideal para o Abel chamar de A. Até agora o resultado chama a atenção para a barração sumária de Pará e Rodinei. O time vencedor (até o momento da redação deste) é: Diego Alves, Renê e Léo Duarte (??!!); Rhodolfo e Rodrigo Caio; Cuéllar, Arrascaeta e Diego; Éverton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabriel.

. ENTENDEU. Cuéllar: “Se tiver que correr mais, vou correr para eles resolverem e conquistarmos títulos”. Colombiano dando aula de rubronegrês pra quem quiser aprender. Com fluência.

. R$. O Ronaldo, de potencial promessa, virou mesmo uma das moedas oficiais da Gávea. Nas planilhas financeiras deve até ter coluna convertendo reais em ronaldos.

. MAIS DINHEIRO. Saem Caixa, Carabao e Descomplica. Flamengo se mobiliza para escolher, na longa fila, quem terá a honra de estampar o Manto Sagrado.

MESA DA ARCOIRIZADA

. NÃO É BEM ASSIM. Um brother vascaíno viu, no desempenho da molecada que honrou a tradição de ser vice, uma esperança para o futuro. A realidade é que devem ser negociados precocemente pra ajudar a tapar os rombos nas finanças.

. VITÓRIA CERTA. Uma coisa o Botafogo já pode comemorar. Com carga de ingresso no modo 50/50, um qualquer o Trem Pagador vai ajudar a deixar por lá em sua passagem. Se fosse o tal do 90/10, após o mãozão da Ferj, não sobrava nada.

. CAMINHO CERTO. Aqui no BoTTeco torcemos por mais uma goleada do fluminenCe, dessa vez sobre a Portuguesa. O objetivo é essa gente achar que tá tudo bem até chegar a primeira rodada do Brasileirão.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.