NA WEB
    Google+

    Flamengo atropela outra vez no Ferjão antes de iniciar 2019

    Por em março 1, 2019
    flamengo

    Deu o que tinha que dar. Atropelo fácil pra cima da nossa ex-parceira, a Lusa.

    O Flamengo começou ligado nos 330 volts.  Arrancou logo a vitória parcial com diferença de dois gols aos 5 da primeira etapa, com chances além das  que balançaram a rede adversária.

    Como não era necessário tiro de canhão pra matar formiga o povo, de forma acertada, tirou um pouco o pé do acelerador. Afinal, após o segundo tempo caliente contra o Americano na rodada anterior, o Abel chegou a reclamar um pouco de La Intensidad apresentada.

    Ainda assim, de tão fraco que era o adversário, além do Gabigol marcar mais um, outras oportunidades foram desperdiçadas. Vale louvar o excelente desempenho do goleiro Ruan. Fez o que pôde e o que não podia, incluindo aí alguns milagres durante a peleja.

    flamengo

    Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

    Foi bom o time poupar fôlego. É justamente dele que vamos precisar na terça quando enfrentaremos em Oruro, além do San José, os 3700 metros da altitude boliviana. Praticamente o décimo segundo, décimo terceiro e décimo quarto jogadores.

    Agora deu, né? Por coincidência, fazendo valer aquela máxima brasileira de que “o ano só começa depois do Carnaval”, a partir de terça a chapa começa a esquentar de verdade.

    O Carioqueta não serve muito de termômetro positivo (além de não servir pra quase nada mesmo), mas pode ligar alguns alertas negativos. Foram oito jogos e sete gols sofridos até aqui. Saber… Saber… A gente não sabe, mas é de se supor que o próximo adversário, com uma campanha de meio de tabela no boliviano, e que inclusive venceu o último clausura (tipo o segundo turno de lá), seja melhor que as tralhas do Ferjão.

    Bora torcer e respirar.

    Isso aqui é Flamengo.

    PETISCOS

    EMPANADA SALTEñA, CHUñO, MONTADO DE LOMO (Nomes de rangos bolivianos. Adaptação é tudo)

    . ZENTCHEEEE!!! Tava dando uma olhada nos gols de novo. O locutor (acho que era o Villani), após o primeiro, mandou um… “A Portuguesa não conseguiu botar a cabeça pra fora”. É Carnaval…

    . PAÍS TORTO. Pra voltar ao CT o Flamengo precisa “apenas” de certificado dos bombeiros, habite-se e alvará de funcionamento. Três coisas fundamentais e em construção recente. Imagina como não estão  os locais que a gente frequenta todo dia…

    . DE OLHO NO INIMIGO. Nas últimas cinco rodadas do Bolivianão o San José alcançou 1v, 3e, 1d. Abel deve gostar disso aí. O empate interessa. Eh, eh, eh…

    . BOA INFLUÊNCIA. Tudo bem que o Arrascaeta deu outro mole, mas parece que o Renê andou aprendendo alguns lançamentos e passes com o gringo.

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.