NA WEB
    Google+

    Flamengo, na raça, arranca classificação e faz o banal: Vencer FLA-flu

    Por em março 28, 2019
    everton riveiro flamengo fluminense taça rio 2019

    Teve de tudo na noite dessa quarta no Maracanã. Muita emoção, muito tumulto entre os jogadores, muito VAR. Nem tanto assim futebol… E nenhuma surpresa. Ganhamos de novo.

    Após o arrastar de correntes de boa parte da Nação no último domingo, com lamúrias e críticas na vibe do “ah… Mas eram os reservas”, o Flamengo foi para o novo embate se autodesfalcando (com coerência) para poupar Diego e Gabigol.

    Como previsto aqui no BoTTeco, na meiúca a gente se arrumou bem, com Everton Ribeiro fazendo uma partidaça. Já o Uribe, se não foi muito cooperativo lá na frente, o que a gente também previu, perdendo duas chances claras de gol, em “compensação” saiu da área e foi um pouco mais atrás atrapalhar o trabalho “duzotro” algumas vezes.

    Pra não deixar dúvida de que a gente ganha dessa nobreza falida a qualquer hora e em qualquer condição, o Bruno Henrique, achando que só nossos camisas 9 e 10 de fora talvez fosse pouco pra convencer da nossa superioridade, resolveu, ao apagar das luzes da primeira etapa, apimentar um pouco mais as coisas. Deixando todo mundo atônito e sem entender nada, partiu pra agressão gratuita e desnecessária, deixando o time com menos um (sem contar o Uribe) para o restante do jogo.

    everton riveiro flamengo fluminense taça rio 2019

    Se no primeiro tempo a gente sobrou, na segunda etapa, com menos um e esse um ainda sendo o Maluco Competente Inconsequente do BH, nem tanto. Uma melhora bem assim-assim após o gol delas. Mais baseada em avanços desordenados em busca da vitória que em algum tipo de organização tática. Tanto que o Diego Alves partiu pra área adversária faltando ainda uma eternidade no cronômetro.

    De tanto partir pro abafa, com seguidos escanteios, a pressão psicológica foi muita e o fluminenCe retribuiu nosso pênalti bobo já aos 49. Com gol no finalzinho, pagamos na mesma moeda a eliminação na semi da Taça Guanabara.

    Não foi lá muito técnico e organizado, mas foi bonito de ver o Flamengo mais uma vez mostrando muita vontade de vencer. Vontade nossa essa que os próprios tricolores esperam ver, admirar e torcer (e nós também) no domingo, provavelmente contra o Vasco.

    O regulamento é tão legal que agora o fluminenCe tem que torcer pro Flamengo… Pra poder ter outro Classicão desse na sequência.

    Bora vencer FLA-flu.

    Isso é normal.

    Isso aqui é Flamengo.

     

    PETISCOS

    . CONFLITO DE INTERESSES. O mal estar do Abel é compreensível. Muita divergência envolvida. Cabeça e bolso torcendo pro Flamengo… Coração apertado batendo pelo fluminenCe.

    . MANUAL DE INSTRUÇÃO. O bando de arbitragem (antes era trio, mas agora é gente pacarái)  precisa ser instruído a agilizar as coisas na hora do VAR entrar em ação. Uma eternidade a cada utilização do recurso.

    . TE PEGO LÁ FORA. Climão tão tenso entre os jogadores que o empurra-empurra se estendeu para os corredores no caminho pro vestiário.

    . ACERTAMOS. Quando o lateral Jorge foi pra França, o BoTTeco (que na época só tinha um “T”) bem decretou que não duraria muito na Europa. Eis que o lateral desembarca no Santos.

    . GARRA. Arrascaeta desembarcou no Galeão 18:35 e foi direto pro Maracanã. Chegando inclusive antes de todo mundo.

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.