Arquivo da categoria: EDITORAL

Nota de Repúdio

Inconformados com as pífias atuações dos últimos jogos, o Falando de Flamengo, enquanto veículo independente, por vezes de conteúdo crítico, formado por jornalistas, cronistas, palpiteiros torcedores e apaixonados pelo Mais Querido, sente-se na obrigação de expor o descontentamento com o fraquíssimo futebol que vem sendo apresentado pelos jogadores do Rubro-Negro e a falta de comando de seus gestores.

notaderepudio_flamengo

Diante dos fatos:

. Repudiamos a preguiça e a falta de vontade dos jogadores em geral, sem exceção.

. Repudiamos quem coloca em dúvida o Torcedor do Flamengo como não sendo um torcedor de verdade.

. Repudiamos o fato da instituição, sabedora das dificuldades e que não teria uma casa para chamar de sua, não ter se planejado para uma alternativa viável para o time e sua Torcida na atual temporada.

. Repudiamos a conformidade com as derrotas, cada vez mais frequentes, seja para qual for o adversário.

. Repudiamos todas as desculpas apresentadas. Cansaço? Viagens? Falta de entrosamento? O que falta é vergonha na cara mesmo.

. Repudiamos Wallace como titular e capitão do time, que inclusive já jogou a braçadeira no chão em um ato de total desrespeito. E a promessa do zagueiro que seria contratado?

. Repudiamos o ‘rodo’ que nunca existiu.

. Repudiamos o fato do Presidente assistir a todos os treinos no Ninho, mas não saiber bater na mesa e tomar decisões (disse outro dia que Cristóvão deveria ter ficado um pouco mais), e ainda um VP de Futebol que ninguém sabe, ninguém viu.

. Repudiamos o Gabriel existir.

. Repudiamos o esquema tático totalmente ineficiente com dois pontas e sem nenhuma criatividade no meio-campo.

. Repudiamos o Márcio Araújo como substituto direto do Cuéllar. Por que o garoto Ronaldo não ganha nenhuma chance no time?

. Repudiamos o Sheik em não passar a bola, mesmo com o Guerrero livre.

. Repudiamos a falta de comando da diretoria.

. Repudiamos a falta de atletas que honrem o Manto como ele merece.

Não iremos desistir enquanto não tivermos o nosso Flamengo de volta.

Vasco cobra punição a Fla e Flu por Primeira Liga, mas Federação diz não

Vasco reagiu à participação de Flamengo e Fluminense na Primeira Liga, e de forma oficial. Na última quarta-feira, o Cruz-Maltino endereçou para Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) um ofício cobrando punição aos rivais pela presença no torneio amistoso e apresentando argumentos para tal. A medida, no entanto, não fez efeito, e o órgão rebateu no dia seguinte descartando a possibilidade.

Em carta assinada pelo presidente Eurico Miranda, o Vasco lembra que em assembleia geral, no dia 4 de dezembro, ficou decidido que os afiliados da Ferj não estaria autorizados a participar de competições não oficiais. Entre as punições previstas, estavam a perda de cotas de TV do Estadual e exclusão de competições de base. Desde então, mais três encontros aconteceram e, no entendimento dos vascaínos, Flamengo e Fluminense estariam quebrando as regras estabelecidas com a presença na Primeira Liga. O texto cobra medidas “necessárias e urgentes acerca das aparentes violações”. A Ferj não entende assim.

Na quinta-feira, a entidade respondeu ao ofício vascaíno em carta assinada pelo presidente Rubens Lopes, aliado de Eurico Miranda, e deixou claro ter autorizado a entrada de Flamengo e Fluminense na Primeira Liga. A única exigência, de acordo com o texto, era de que as datas do torneio não fossem conflitantes com o Estadual.

A Federação explica ainda que a autorização se deu após solicitação do Flamengo, em 26 de janeiro, e que não vê razões para aplicação de sanções, uma vez que não há violação de suas determinações. O Rubro-Negro e o Fluminense já entraram em campo por duas rodadas da Primeira Liga.

ferj_vasco_flamengo_eurico

GE

Flamengo trabalha para anunciar a contratação de Ederson nesta terça

A diretoria do Flamengo trabalha para anunciar nesta terça-feira a contratação do meia Ederson, de 29 anos, que tem os direitos federativos ligados a Lazio, da Itália. O atleta não foi muito aproveitado no clube italiano na última temporada europeia, tendo entrado em campo apenas cinco vezes. Representantes do jogador estiveram no Rio de Janeiro, no fim de semana, para negociar com os dirigentes flamenguistas e acertaram as bases salariais.

Agora, a negociação depende apenas do aval da Lazio. Isso porque o Flamengo pretende contar com a liberação do jogador sem precisar pagar por ele, arcando apenas com os salários. Os dirigentes flamenguistas explicaram aos representantes do atleta que não há dinheiro em caixa para pagar à Lazio e, por isso mesmo, cabe ao staff do atleta tentar conseguir a sua liberação.

O que pesa a favor de Ederson nesta negociação com os italianos é que ele está fora dos planos da comissão técnica romana para a próxima temporada, justamente por não ter se adaptado bem ao futebol do país. Porém, o que atrapalha é que a Lazio pretende recuperar de alguma maneira o investimento no atleta e recebeu algumas sondagens de clubes da França que estariam dispostos a pagar pelo jogador. Ederson defendeu dois times no Campeonato Francês: Nice e Lyon.

Ederson foi revelado nas categorias de base do RS Futebol e também defendeu Juventude e Internacional. O jogador viveu o melhor momento de sua carreira em 2010, quando já estava na França e foi convocado pelo então técnico da Seleção Brasileira, Mano Menezes. Ele, porém, não se firmou com a camisa canarinho por causa de lesões que o fizeram recusar algumas convocações, sendo preterido depois por outros apoiadores.

t_158132_ederson-nao-se-adaptou-ao-futebol-italiano-e-foi-pouco-aproveitado-na-ultima-temporada-europeia

A chegada de um camisa 10 que possa solucionar de vez a falta de criatividade do meio-de-campo e municiar o poderoso ataque composto por Emerson Sheik e Paolo Guerrero é considerada a prioridade pelos dirigentes do Flamengo e o nome de Ederson realmente surgiu como uma grande oportunidade. Porém, o Rubro-Negro tem pouco tempo para acertar todos os detalhes referentes à chegada do jogador, uma vez que a janela para transferências internacionais fecha nesta terça-feira.

Se acertar a contratação de Ederson o Flamengo vai considerar o elenco fechado para o restante da temporada, uma vez que já gastou muito dinheiro com a contratação de Sheik e de Guerrero e os dirigentes não querem comprometer a folha salarial ao ponto de terem que atrasar pagamentos. Manter os vencimentos em dia foi um dos pedidos do técnico Cristóvão Borges para que o trabalho não seja prejudicado dentro de campo.

Por falar em Cristóvão, o treinador continua tendo o trabalho cercado por muitas desconfianças. As vitórias sobre o Náutico, pela Copa do Brasil, e diante do Grêmio, no último sábado, serviram para acalmar um pouco o ambiente, mas não resolveram a situação do comandante, que parece não contar mesmo com uma empatia com os torcedores. Mas, enquanto os bons resultados estiverem acontecendo ele estará garantido.

Dentro de campo o elenco ganhou folga nesta segunda-feira e se reapresenta nesta terça-feira de olho na partida contra o Goiás no próximo domingo, às 16h (de Brasília), no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro aparece na 14ª colocação com 16 pontos, três a mais que o representante goiano. Os dois lutam para abrirem uma confortável distância da zona de rebaixamento.

GP

SOBRE OS INGRESSOS

 

“Segregação é o ato de separar ou isolar contato, de algo ou alguém. A segregação pode acontecer entre raças, em um sentido urbano, na sociedade, e essas separações podem ocorrer por diversos motivos, como riqueza, educação, religião, nacionalidade, interesses políticos etc.”

.

Em que pese nossos articulistas terem total liberdade para opiniar acerca de todos os assuntos pertinentes ao Flamengo, seja na esfera desportiva ou política, polêmicos ou não, a editoria do Falando de Flamengo, enquanto veículo de opinião, se posiciona de forma contrária aos valores que o clube instituiu para os ingressos das partidas que irá mandar no Maracanã.

TORCIDA_FLAMENGOAcima de tudo, apoiamos e defendemos o melhor para o Mais Querido. Assim como apoiamos a mudança de cultura dentro do clube, continuaremos a lutar para que o seu maior patrimônio, o torcedor, não seja preterido com esta postura excludente nos preços praticados nos ingressos.

Acreditamos que lutar por um preço justo (ou qualquer outro tipo de pleito) já se faz com pluralidade de idéias e de ideais. Que a liberdade se faz presente na imprensa, na oralidade, nas atitudes, desde que estas não infrinjam regras e não transgridam leis.

Estamos em pleno exercício da democracia onde nos expressamos, participamos, concordamos ou discordamos livrementeAs últimas eleições foram um marco na história do Flamengo, e nos remetem ao exercício diário de buscarmos respostas e mudanças, diante das propostas que nos foram feitas e que acreditamos.

personagem-geralNão acreditamos na conduta de apostar apenas no torcedor da elite para arrecadar fundos para sanear dividas de anos de gestões amadoras. Sejamos criativos e tenhamos sabedoria para não segregar nenhum membro da Maior Nação do Mundo. Que seja feito o produto da elite e o produto do povo, da massa. Afinal, o Flamengo deve a sua grandeza também àquele torcedor que lotava a antiga geral.

O que falta ao Rubro Negro? Visão! Um modelo empreendedor, dinâmico, flexível, que orienta as políticas a serem seguidas e corrige o rumo quando necessário. Temos total consciência que este modelo não acontece do dia para noite, e será um trabalho a longo prazo, já que está vinculado a um processo de aplicação de investimentos.

bola engravatadaÉ providencial que se resgatem os valores, cadeia composta de práticas, comportamentos, atitudes, reconhecimentos, compromissos e ações que vão conduzir a Organização ao seu objetivo. Dentro de uma empresa, os resultados são reflexos de uma boa gestão. Dentro de um clube, os títulos são os resultados que serão alcançados se bem conduzidos! O que enche um estádio e motiva um time, é ingresso barato ou time voando, composto por estrelas, e que encabece os 3 primeiros lugares no campeonato. Já que não podemos contar com a segunda opção… fica a dica!

CAFÉ COM O PRESIDENTE

20130627132806_330Prática muito comum no mundo corporativo, foi a grande tacada da nova gestão Rubro Negra, que desde sua campanha convocou a massa, principalmente nas redes sociais, que são hoje os espaços mais democráticos para difundir informações e formar opiniões. O “Café com o Presidente” é o inicio da reaproximação da torcida com a instituição Flamenga que, desde que assumiu, vem trabalhando para arrumar a casa, mas sem esquecer daqueles que criaram o “movimento azul”.

O principal objetivo de ações como esta é criar um canal de comunicação direto entre Torcida e o Presidente com um bate papo informal onde possamos falar abertamente com o principal executivo da instituição. Ele, por sua vez, tem a oportunidade de identificar problemas sob um ângulo diferente. Este tipo de ação cria uma sensação de que a distancia “hierárquica” nem é tão grande assim.

20130627132856_578O mais importante de tudo isso é levar em consideração os pontos abordados e tomar providencias. Adotar esta pratica significa estar aberto à críticas e possíveis mudanças. Caso contrário, a iniciativa cairá em descrédito. Mais do que criar um canal de comunicação, o Café com o Presidente deve servir para tirar o presidente do “Olimpo”, como falamos hoje no nosso café: a torcida deve vê-lo como um igual entre iguais, já que no final somos todos Rubro Negros.

Os 7 convidados presentes no café (Acima de Tudo Rubro Negro, Falando de Flamengo, Fim de Jogo, Igreja Flamengo, Magia Rubro Negra, TozzaCam e Urublog), ainda tímidos, tiveram a oportunidade de abordar temas como: estádio, Sócio Torcedor, futebol, relacionamento Flamengo-Torcida, dentre outros. E mesmo quando o ambiente tornou-se agradável para todos e o presidente foi bombardeado com perguntas, em nenhum momento perdeu seu jeito calmo, sereno e amigável.

20130627132803_945Nosso presidente, definitivamente, é o retrato da credibilidade, da confiança de que estamos construindo um novo Clube de Regatas do Flamengo. Muito pacato, transmite verdade e é muito assertivo em suas palavras e consegue estabelecer uma comunicação transparente, honesta, objetiva e de mão dupla, o que nos deixa seguros de que teremos nossas opiniões ouvidas e respeitadas.

Seguramente, este tipo de ação estreita laços, evidencia que estamos no caminho certo, e que o clube está aberto e ciente que falhas podem acontecer durante a trajetória, mas estão dispostos a corrigí-las.

Perguntamos ao Presidente: o senhor, sua diretoria e todos os que trabalham no Flamengo entendem que os torcedores são seus principais empregadores? Ele foi muito incisivo e respondeu: SIM!

É importante sempre alinhar esta expectativa com quem dirige o clube, já que somos o maior patrimônio!

20130627132801_70Hoje pudemos renovar os votos no sendido de estarmos falando com profissionais que zelam pela prevenção de conflitos de interesses, protegendo principalmente os valores de honestidade, transparência e lealdade com sua Nação.

Desejamos que possamos fazer destes encontros uma rotina, onde seja possível aproximar aqueles que disseminam diariamente nas redes sociais o apoio e o desejo de sucesso, para um crescimento do Maior do Mundo.