BOLA DENTRO!

FLACAIXAAs coisas no reino Gávea não param de acontecer. Ansiedade mil para lançamento do novo Manto, e em conjunto vem a ansiedade de tomar conhecimento de quem vai pagar a conta. Qual empresa terá a honra de estampar o Sagrado Manto. E como tudo dentro do Flamengo com sua imensa Nação, toma maiores proporções, convoco a vocês para botar a caixola para funcionar!

Pra começar: não caiam na exigüidade de comparar o Rubro Negro ao time paulista da moda. NÃO DÁ! Esse lance de comparação foi assunto plantado pela imprensa que quer de qualquer maneira envolver o insigne Flamengo em toda matéria de time alheio para promover os pequenos. Flamengo vende, minha gente! Ponto! A possibilidade do contrato com a Caixa (digo possibilidade, pois apenas afirmo quando o clube se pronunciar oficialmente), nada mais foi do que super bola dentro! As possíveis condições que foram apresentadas, colocam o Flamengo em patamares onde nenhum outro consegue chegar. E já que ta na moda a comparação, e a maioria apenas se convence desta forma… me rendo e explico a vocês:

Flamengo                                                            Corinthians
25M/Ano = 2.08/Mês                                    31M/13meses = 2.38/Mês
Só frente                                                            Frente e Costas.

Sacaram a diferença, ou vamos apenas olhar os números? Galera esperta, estamos cedendo um espaço em nossa camisa apenas na FRENTE, enquanto o clube paulista oferece DOIS espaços, matando a possibilidade de uma outra parceria. Tão simples quanto isso! Não tem mistério, e não resta duvida de que esta parceria é sinônimo de ganhos para o Flamengo e para a CEF que fez um excelente negócio ao focar nos times de massa, reforçando sua marca e presença no mercado.

Cabe ressaltar que ainda temos espaço na manga para valorizar mais o nosso passe! Alô empresas, corram, porque o espaço ta acabando. Ter o nome estampado no Maior do Mundo não é para qualquer quitanda não!

Ponto positivo ao clube, que precisa apenas lembrar que angariar um patrocínio é tão importante quanto atuar na evolução da parceria. Não é só colar a figurinha e achar que já fez a parte que nos cabe. Tem muita coisa que pode ser feita para valorização e fortalecimento do negócio.

Sobre as apostas no futebol, considero positiva, levando em consideração o foco em não gastar mais do que se arrecada. Concentrar esforços (grana) para trazer apenas um nome forte, não vai surtir efeito dentro de um time que não estiver todo em sintonia. As apostas são válidas, e vem com vontade apenas pela oportunidade de estar dentro do clube do mundo. Esta vitrine não tem preço!

Vamos aproveitar que a maré ta boa, que o Renato ta inspirado, e mostrar que o Flamengo esteve adormecido, porém nunca de bobeira! Eu bem que torci para matar esse jogo logo de primeira, mas a possibilidade de jogar no Maraca deixou com água na boca! Confesso que a emoção falou mais alto!

Resumo da opera, levantei da cadeira e escrevi este texto de pé! Porque meu lado foca se rende à boas conquistas!

#NadaImportaSemOFlamengo

FLAMENGO – ESTE NOME AINDA SE VENDE SOZINHO?

foto 1O esporte tem sido nos últimos anos uma fonte inesgotável de recursos e oportunidades em vários segmentos. Quando falamos de futebol, tudo toma maiores proporções, sobrepondo línguas, raça, credo, distâncias… e é neste conceito que os clubes precisam atuar para criar um novo mercado de negócios e oportunidades que tem tudo para ser rentável e eficiente. Tornou-se imperioso quebrar o conceito que limita patrocínio, a exposição da marca em placas estáticas, campos ou camisas de clubes.

É necessário inserir no plano estratégico do Mengão, ações em que possamos associar uma determinada marca a detalhes de cada modalidade, usando a imagem dos atletas para criar uma identidade com o produto. É importante resgatar a imagem de ídolos. O atleta é um recurso fundamental na obtenção de resultados em ações de marketing. Ele é um material importante que deve ser trabalhado pelo clube e não por empresários. O marketing esportivo é um segmento em franco crescimento, não obstante os profissionais ainda não terem se reciclado de forma satisfatória para este novo mercado, onde planejamento e visão são fundamentais para explorar-lo e buscar parcerias de sucesso.

Uma das promessas da atual gestão seria a profissionalização de todos os setores da instituição Rubro Negra. Podemos perceber claramente que esta mudança está acontecendo, e que tem tudo para ser um clube bem sucedido em curto espaço de tempo. Mas ainda tem muito a melhorar. O nome Flamengo durante décadas se vendeu sozinho, mas o desgaste do nome também cresceu na mesma proporção. Atuar no resgate do valor da marca, é garantia de retorno financeiro e confiabilidade do mercado.

Quando queremos tratar da nossa saúde, procuramos especialistas e não um clínico geral. É assim que o mercado quer negociar com o Flamengo. Com especialistas que apresentem o quão lucrativo e rentável será associar sua marca ao clube.

As oportunidades, nas mãos de quem entende, e com o tamanho da “carteira de clientes/consumidores” (torcedores apaixonados), é garantia de receita certa. Basta botar em prática.

A CAMISA ETERNA

Para homenagear o Flamengo, a Olympikus criou um manto sagrado feito dos mesmos tecidos (KEVLAR e NOMAX) de coletes à prova de balas e roupas de bombeiro. Uma camisa feita para durar para sempre, e que será entregue pela empresa ao Museu do Flamengo. A parceria entre a Olympikus e o clube durou quatro anos.

Justa homenagem de um grande parceiro do Clube de Regatas do Flamengo.

Confira:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=NZ6k_eOH_ps]