Arquivo da tag: CARIOCA

Fla-Flu tem renda de R$ 3 milhões, mas clubes ficam com apenas 29%

O Fla-Flu deste domingo, no Maracanã, foi  o maior público do Brasil em 2017 – foram 68.515 torcedores no estádio – e teve uma renda de R$ R$ 3.242.130,00. Descontadas as despesas, como o custo operacional do estádio e a taxa da Ferj, apenas 29% dessa receita chegou aos cofres dos clubes cariocas.

fla-flu

O Flamengo, que teve parte de seu lucro penhorado, teve uma receita de R$ R$ 437.035,53. O Fluminense, por sua vez, “levou para casa” R$ 522.018,27.

Operação do Maracanã

As despesas da partida no Maracanã somaram R$ 2.160.226,85. O maior valor foi gasto na operação do estádio: R$ R$ 452.556,24. A taxa paga ä Federação de Futebol do Rio de Janeiro foi de R$ R$ 313.693,00.

Flamengo e Fluminense voltam a campo nesta quarta-feira. O Tricolor enfrenta o Liverpool-URU, em Montevidéu, pela Copa Sul-Americana. Já o Rubro-Negro estreia na Copa do Brasil, contra o Atlético-GO, novamente no Maracanã.

L!

Guerrero é escolhido craque do Campeonato Carioca

Muito além da camisa 9. O peruano Paolo Guerrero ganhou mais um troféu na noite desta segunda-feira e foi escolhido o craque do Campeonato Carioca de 2017. O centroavante do Flamengo marcou dez gols no torneio e o título rubro-negro coroou Paolo – ainda mais com o gol que empatou o clássico contra o Fluminense. Além do peruano, Réver, Trauco e Diego foram os outros flamenguistas na seleção.

guerrero

– Me sinto privilegiado por ser escolhido o craque do campeoanto. Na verdade eu agradeço aos meus companheiros. Se não fosse por eles, eu não ganharia. Eles me fizeram chegar até aqui, mas para mim o mais importante foi ter conquistado o título. Qualquer um quer jogar no Flamengo. Como se diz, tem quer colhão para jogar no Flamengo. Todos os meus companheiros são privilegiados para jogar em um grande clube – disse Guerrero ao receber o prêmio de melhor jogador da competição.

A revelação do Campeonato Carioca foi o volante Wendel. O garoto de 19 anos, revelado pelo Fluminense chegou até mesmo a barrar o também jovem tricolor Douglas. O companheiro de Orejuela e Sornoza no meio tricolor na final do último domingo completou os sete representantes do Flu – junto com Lucas, Henrique, Sornoza, Richarlison, Wellington Silva e Abel Braga.

GE

Carioca serve de estímulo ao Flamengo para o restante da temporada

A conquista do título do Campeonato Carioca não deve ser tratada como o fim de um trabalho vitorioso, mas sim o início de um ciclo de conquistas do time na atual temporada. Pelo menos este é o sentimento dos jogadores flamenguistas, que entendem que a conquista estadual serve de estímulo para a sequência do trabalho.

Em 2017 o Flamengo ainda briga na Primeira Liga, onde está nas quartas de final, na Copa Libertadores, onde luta para chegar às oitavas de final, no Campeonato Brasileiro, onde estreia no sábado contra o Atlético-MG, e na Copa do Brasil, onde começa a sua trajetória nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), encarando o Atlético-GO no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

“O que nós podemos dizer é que o sentimento que estamos sentindo é muito bom e que queremos muito que ele se repita em todas as competições que disputarmos nesta temporada. O Flamengo é um clube que sempre entra nas competições disposto a conquistar títulos e não vai ser diferente agora. Isso serve de incentivo para que a gente também possa brigar no Campeonato Brasileiro, na Copa do Brasil, na Copa Libertadores, enfim, em tudo o que está por vir”, disse o lateral direito Pará.

carioca

O volante Márcio Araújo lembra que a Copa do Brasil, por ser o próximo compromisso, deve ser tratado como prioridade.

“Nós estamos ainda mais animados para brigarmos pelos títulos das competições que vamos disputar no restante da temporada. Estamos caminhando para nos classificarmos na Copa Libertadores, o Campeonato Brasileiro é uma competição muito importante e agora o nosso foco está na estreia na Copa do Brasil. Portanto, o nosso torcedor pode ter a certeza de que queremos que o Estadual seja o primeiro de muitos títulos este ano”, falou o volante.

O goleiro Alex Muralha segue a mesma linha de raciocínio.

“A Copa do Brasil agora é a nossa prioridade e vamos mostrar nela o mesmo empenho e espírito de luta que todos acompanharam ao longo desta decisão do Campeonato Carioca. Temos Primeira Liga, Campeonato Brasileiro, Libertadores, enfim, o Flamengo ainda quer beliscar alguns títulos nesta temporada e por isso mesmo vamos trabalhar com cada vez mais força”, completou o arqueiro.

O elenco do Flamengo ganhou a segunda-feira de folga como prêmio pela conquista do título estadual. A reapresentação, no Ninho do Urubu, será na tarde desta terça-feira, quando o técnico Zé Ricardo vai definir a escalação que pretende mandar a campo.

ESPN

Flamengo Campeão

Após passar em branco e sem volta olímpica em 2015 e 2016, o Flamengo volta a fazer o habitual: superar os três eternos candidatos à maior rival do Mais Querido, doutrinar, e ganhar o Carioqueta. Dessa vez de forma invicta e, pra deixar claro que nem o regulamento presta, uma forma de ganhar também da FERJ, sem ganhar nem a Taça Guanabara e nem a Taça Rio.

Falando em Federação, tirando o fato de que lucrou mais que todo mundo nessa aberração que chamam de campeonato, teve duas semanas difíceis, sem nenhum dos seus favoritos na Final.

As duas equipes de melhor campanha fizeram partidas dignas de uma decisão entre Flamengo e fluminenCe. Dá até uma pré-nostalgia quando a gente lembra que eles só devem chegar à Final junto com a gente agora lá pra 2040. Como esperado, a equipe do Abel não repetiu a fraca atuação inicial do primeiro jogo. Marcando logo no início e acabando com a vantagem do Flamengo, apimentou a decisão e alimentou a esperança de toda a arcoirizada diante da TV. Bem… Menos do Milton Mendes. Esse foi mais esperto e brotou meio da Nação pra sentir como é ganhar uma decisão com o Maracanã lotado. Ok… Ele deve ter seus jogos decisivos de fuga do Z4 por lá nessa temporada, mas não é a mesma coisa.

Daí todos nós ficamos com aquela pulga atrás da orelha pensando na possível decisão por pênaltis… A gente sabe muito bem por que, mas não é hora de falar nisso.

flamengo

Invicto sim, mas porque viria de maneira fácil se podia ser com adrenalina? Teve que ficar tudo lá pro final, porque é notório que fica bem mais gostoso. Gol do Guerrero, expulsão do goleiro adversário… E mais uma vez Rodinei escrevendo seu nome em outra bela página da história da nossa temporada em #201SETE.

FLAMENGO CAMPEÃO ESTADUAL DE 2017. O Rei do Rio volta a ganhar o Carioqueta em um ano em que todos nós temos justas expectativas de que as conquistas não parem por aí. Mais que isso, diante da administração responsável e que começa aos poucos a reverter para o campo (enfim) os já seguidos sucessos nas finanças, no marketing, mas que ainda carregava esse fardo de uma tonelada nas costas com o breve jejum de títulos, dessa vez não é motivada pela soberba, mas rola sim aquela sensação de que estamos vivendo o início de uma Nova Era Flamenga.

Uma Era de estar sempre brigando lá na parte alta da tabela, uma Era de estar ano sim e o outro também disputando a Libertadores, de começar sempre nas oitavas da Copa do Brasil, de tornar uma raridade passar um ano sem volta olímpica. De ser Flamengo com toda a grandeza e pompa que o nome Flamengo merece.

Nem dá tempo de respirar. Ainda que com uma provável equipe alternativa, na quarta tem jogo importante contra o Atlético-GO, e já no sábado um jogo de 6 pontos contra o Galo, que muito provavelmente vai frequentar também a região nobre da tabela no Brasileirão.

“É CAMPEÃO… É CAMPEÃO… É CAMPEÃO…”. E já foi. A jornada está só no início. Pra cima deles, Flamengo.

Flamengo é o Rei do Rio mas queremos mais

Não sei vocês, mas eu acredito que tudo o que acontece nas finais de campeonato é fruto dos planos dos Deuses do Futebol. Passei a semana tentando imaginar quais seriam esses planos para ontem, depois do magro 1×0 do primeiro jogo. Teria sido aquele banho de bola apenas um chamariz para sermos 80% do estádio como em 95? Seria a furada do zagueiro deles o prenuncio de alguma falha da nossa defesa no jogo de volta? Não tem quem não suba as rampas do Maraca  com um certo frio na barriga. Confiante, porém tenso.

Começa o jogo e sai aquele gol mixuruca do centroavante deles logo no início. Seria esse o plano? Iriamos para os pênaltis para testar o Muralha? Não.

guerrero

Os Deuses do Futebol queriam que saíssemos atras no placar porque nunca soubemos jogar com vantagem. Queriam mostrar aos poucos tricolores que compareceram que a Magnética canta alto mesmo em desvantagem no placar. Queriam que o peso das substituições durante a partida nos fizesse lembrar que temos um excelente treinador. Queriam exaltar Paolo Guerrero que, em apenas 5 dias foi fundamental para salvar o semestre. Queriam Flamengo!

E queriam Flamengo porque esse é o título do futebol! É a prova de que não é preciso nenhum bad boy no elenco para construir um time valente. Não é preciso se submeter aos desmandos federativos para ser forte e competitivo. Gastar mais do que pode sempre terá consequências nefastas. Viver às custas de mecenas não é sustentável no longo prazo. Não é preciso dar espetáculo na beira do campo para ser bom treinador.

É preciso convicção. Chegou a hora de mostrar que, mais cedo ou mais tarde, fazer a coisa certa dá resultado. Seremos fortes por muito tempo; e cada vez mais fortes.

Somos os Reis do Rio mas queremos mais, e tudo indica que podemos mais.

O Flamengo ontem mostrou que é mesmo aquele sapinho surdo. Por não ouvir que é impossível, vai lá e faz.

Saudações Rubro-Negras.