Arquivo da tag: EDITORIAL

SOBRE OS INGRESSOS

 

“Segregação é o ato de separar ou isolar contato, de algo ou alguém. A segregação pode acontecer entre raças, em um sentido urbano, na sociedade, e essas separações podem ocorrer por diversos motivos, como riqueza, educação, religião, nacionalidade, interesses políticos etc.”

.

Em que pese nossos articulistas terem total liberdade para opiniar acerca de todos os assuntos pertinentes ao Flamengo, seja na esfera desportiva ou política, polêmicos ou não, a editoria do Falando de Flamengo, enquanto veículo de opinião, se posiciona de forma contrária aos valores que o clube instituiu para os ingressos das partidas que irá mandar no Maracanã.

TORCIDA_FLAMENGOAcima de tudo, apoiamos e defendemos o melhor para o Mais Querido. Assim como apoiamos a mudança de cultura dentro do clube, continuaremos a lutar para que o seu maior patrimônio, o torcedor, não seja preterido com esta postura excludente nos preços praticados nos ingressos.

Acreditamos que lutar por um preço justo (ou qualquer outro tipo de pleito) já se faz com pluralidade de idéias e de ideais. Que a liberdade se faz presente na imprensa, na oralidade, nas atitudes, desde que estas não infrinjam regras e não transgridam leis.

Estamos em pleno exercício da democracia onde nos expressamos, participamos, concordamos ou discordamos livrementeAs últimas eleições foram um marco na história do Flamengo, e nos remetem ao exercício diário de buscarmos respostas e mudanças, diante das propostas que nos foram feitas e que acreditamos.

personagem-geralNão acreditamos na conduta de apostar apenas no torcedor da elite para arrecadar fundos para sanear dividas de anos de gestões amadoras. Sejamos criativos e tenhamos sabedoria para não segregar nenhum membro da Maior Nação do Mundo. Que seja feito o produto da elite e o produto do povo, da massa. Afinal, o Flamengo deve a sua grandeza também àquele torcedor que lotava a antiga geral.

O que falta ao Rubro Negro? Visão! Um modelo empreendedor, dinâmico, flexível, que orienta as políticas a serem seguidas e corrige o rumo quando necessário. Temos total consciência que este modelo não acontece do dia para noite, e será um trabalho a longo prazo, já que está vinculado a um processo de aplicação de investimentos.

bola engravatadaÉ providencial que se resgatem os valores, cadeia composta de práticas, comportamentos, atitudes, reconhecimentos, compromissos e ações que vão conduzir a Organização ao seu objetivo. Dentro de uma empresa, os resultados são reflexos de uma boa gestão. Dentro de um clube, os títulos são os resultados que serão alcançados se bem conduzidos! O que enche um estádio e motiva um time, é ingresso barato ou time voando, composto por estrelas, e que encabece os 3 primeiros lugares no campeonato. Já que não podemos contar com a segunda opção… fica a dica!

CAFÉ COM O PRESIDENTE

20130627132806_330Prática muito comum no mundo corporativo, foi a grande tacada da nova gestão Rubro Negra, que desde sua campanha convocou a massa, principalmente nas redes sociais, que são hoje os espaços mais democráticos para difundir informações e formar opiniões. O “Café com o Presidente” é o inicio da reaproximação da torcida com a instituição Flamenga que, desde que assumiu, vem trabalhando para arrumar a casa, mas sem esquecer daqueles que criaram o “movimento azul”.

O principal objetivo de ações como esta é criar um canal de comunicação direto entre Torcida e o Presidente com um bate papo informal onde possamos falar abertamente com o principal executivo da instituição. Ele, por sua vez, tem a oportunidade de identificar problemas sob um ângulo diferente. Este tipo de ação cria uma sensação de que a distancia “hierárquica” nem é tão grande assim.

20130627132856_578O mais importante de tudo isso é levar em consideração os pontos abordados e tomar providencias. Adotar esta pratica significa estar aberto à críticas e possíveis mudanças. Caso contrário, a iniciativa cairá em descrédito. Mais do que criar um canal de comunicação, o Café com o Presidente deve servir para tirar o presidente do “Olimpo”, como falamos hoje no nosso café: a torcida deve vê-lo como um igual entre iguais, já que no final somos todos Rubro Negros.

Os 7 convidados presentes no café (Acima de Tudo Rubro Negro, Falando de Flamengo, Fim de Jogo, Igreja Flamengo, Magia Rubro Negra, TozzaCam e Urublog), ainda tímidos, tiveram a oportunidade de abordar temas como: estádio, Sócio Torcedor, futebol, relacionamento Flamengo-Torcida, dentre outros. E mesmo quando o ambiente tornou-se agradável para todos e o presidente foi bombardeado com perguntas, em nenhum momento perdeu seu jeito calmo, sereno e amigável.

20130627132803_945Nosso presidente, definitivamente, é o retrato da credibilidade, da confiança de que estamos construindo um novo Clube de Regatas do Flamengo. Muito pacato, transmite verdade e é muito assertivo em suas palavras e consegue estabelecer uma comunicação transparente, honesta, objetiva e de mão dupla, o que nos deixa seguros de que teremos nossas opiniões ouvidas e respeitadas.

Seguramente, este tipo de ação estreita laços, evidencia que estamos no caminho certo, e que o clube está aberto e ciente que falhas podem acontecer durante a trajetória, mas estão dispostos a corrigí-las.

Perguntamos ao Presidente: o senhor, sua diretoria e todos os que trabalham no Flamengo entendem que os torcedores são seus principais empregadores? Ele foi muito incisivo e respondeu: SIM!

É importante sempre alinhar esta expectativa com quem dirige o clube, já que somos o maior patrimônio!

20130627132801_70Hoje pudemos renovar os votos no sendido de estarmos falando com profissionais que zelam pela prevenção de conflitos de interesses, protegendo principalmente os valores de honestidade, transparência e lealdade com sua Nação.

Desejamos que possamos fazer destes encontros uma rotina, onde seja possível aproximar aqueles que disseminam diariamente nas redes sociais o apoio e o desejo de sucesso, para um crescimento do Maior do Mundo.

O DIREITO DE OPINIÃO

censura1-620x450Do latim opinĭo, uma opinião é um juízo de valor que se emite sobre algo questionável. A opinião também é aquilo que se acha relativamente a algo ou alguém, é o parecer (podendo ser favorável ou não) que se dá. Por exemplo: “Na minha opinião, trata-se de um grande jogador.”

É com esse conceito que vamos começar esse pequeno “editorial”. O Falando de Flamengo é o desdobramento da união de amigos que insatisfeitos com os desmandos da administração pretérita, se juntaram no ano de 2012 para contribuir, através de suas opiniões materializadas em textos publicados em diferentes blogs, na militância que acabou culminando na vitória da então chapa de oposição. Batemos sim! E batemos forte no grupo que vinha vilipendiando o nome Flamengo através de uma gestão amadora, inconsequente e desastrosa. Militamos sim! E, claro, dentro de nossas limitações, contribuímos para que “aquela que não se deve pronunciar o nome” fosse exemplarmente derrotada nas urnas, tirando o Flamengo de um futuro que já se demonstrava negro.

Comemoramos, batemos palmas, e congratulamos o grupo que se apresentava como a salvação da nossa História.

Mas cabe aqui o questionamento, motivo de todo esse blá-blá-blá: O fato de termos apoiado incondicionalmente uma proposta, nos tira o direito de darmos a nossa opinião? De apontarmos os equívocos que porventura encontramos, sem que antes tenhamos que passar por um “juízo de admissibilidade” da validade ou não dessa opinião? Viramos vacas de presépio? Agora, então, passamos a ter que concordar com tudo o que é feito ou dito por quem está no poder? E, se não concordamos, simplesmente passamos a ser taxados de “oposição”? Como assim? Como assim? Alto lá! Aqui não, violão!

censura-controle-socialDefinitivamente, não estamos aqui para formar opinião. Longe disso. Não temos essa pretensão. Também não criamos esse canal para fazer tipo ou para querer agradar A, B ou C. Não queremos o papel de “queridões” ou “politicamente corretos”. Jamais! Estamos aqui, sim, para debater e falar de Flamengo. Criamos esse canal para fazer valer o nosso senso crítico, fazer valer a nossa independência. Aplaudiremos e comemoraremos efusivamente as conquistas e também apontaremos os equívocos. É lógico que vamos sempre preferir escrever sobre nossos craques, sobre nossos ídolos, sobre nossas cores, sobre nossa história. Porém, sem dúvidas – como já tivemos a oportunidade de fazer – vamos render todas as homenagens àqueles que se dedicam em construir o Flamengo melhor administrativamente. O bom trabalho merece reconhecimento.

Não! Não somos oposição! Mas a camisa azul penduramos no armário no dia 03 de dezembro de 2012. Somos Flamengo. Somos vermelho e preto e estamos aqui para falar do Maior do Mundo.

Esta pluralidade Rubro Negra, é unânime no que tange à Paixão pelo nosso Time, mas é diversa em opiniões. E isso tem que ser respeitado. Algumas regras de convivência devem ser observadas e uma delas é o respeito ao próximo. É um trabalho que deve acontecer ao longo de toda a vida, para se garantir uma conduta ilibada. Estamos sujeitos à pessoas dos mais variados tipos, e isso testa diariamente nossa tolerância.

[youtube=http://youtu.be/YbpnFUTcJ-0]

Mas, temos a opção de sermos aquilo que querem que sejamos, ou de emitirmos nossos pensamentos com base naquilo que temos como princípios e, com isso, sermos questionados. O questionamento de maneira saudável, põe em pauta um fórum de troca de ideias muito produtivas. É inadmissível que a simples discordância de um determinado ponto de vista enseje atuações no sentido de não querer que ele (o ponto de vista) seja difundido. Aceitar a imposição – velada – de limitações, faz com que o argumento e a opinião própria fiquem fragilizados. Aquele que entra em rota de colisão na tentativa de inibir uma opinião diversa daquela que entende ser a correta, desrespeita o seu par. E o objetivo, seja qual for a opinião (ou o ponto de vista) é o melhor para o Flamengo.

É possível chegar a um consenso, desde que não tenhamos como enfoque olhar para o comportamento dos demais para definir o nosso. Simplesmente balançar a cabeça e dizer que tudo está perfeito, nos eximindo de opiniões contrárias, não nos agrega valor, e nos tira a oportunidade de sugerir melhorias.

CENSUR1Prezamos pelo respeito a todos, principalmente por aqueles, que assim como nós, entendem a responsabilidade que é vestir o Manto!

Estamos aqui para falar, comunicar e assegurar, através de nossa conduta transparente e ética, o fortalecimento da nossa relação com a Torcida, fundamentados em princípios de lealdade e de troca de informações.

Criamos este espaço alinhando nossas expectativas, integrando nossas idéias e objetivos para consolidar uma identidade cada vez mais forte para nosso site. Nossos valores sempre serão compartilhados por todos que compõe o Falando de Flamengo, sendo responsáveis pela formação de nossa identidade.

Esperamos sempre a opinião de todos que nos acompanham e promovem o aproveitamento desta contribuição em busca de um resultado comum. Consideramos a opinião de nossos leitores como valor fundamental de nossa motivação para cada vez levar mais informações e debates a esta imensa Nação!