Arquivo da tag: NEW POSTS

ANJO DA GUARDA RUBRO-NEGRO

CLUBE LANÇARÁ CAMPANHA COM OBJETIVO DE CAPTAR RECURSOS PARA PROJETOS INCENTIVADOS

por PC Pereira (@PCPereira74)


Na próxima sexta-feira (25/10), o Flamengo irá lançar a campanha nacional de captação de Imposto de Renda de pessoa física, para financiar os projetos dos esportes olímpicos, conforme noticiado pelo Falando de Flamengo em 14/10.

Confira na íntegra o comunicado do Vice-Presidente de Esportes Olímpicos do Clube, Alexandre Póvoa, entitulado “Anjo da Guarda Rubro-Negro”.

Caros amigos rubro-negros,

Estaremos na sexta-feira e no sábado dando mais um passo histórico na recuperação do nosso Flamengo, com o lançamento de nossa campanha nacional de captação de Imposto de Renda de pessoa física para financiar os nossos projetos incentivados. Todo o rubro-negro, até 31/12, poderá doar até 6% de seu IR total devido de 2013 para quatro projetos de esportes olímpicos (já aprovados) e do CT (a ser aprovado). Além disso, será a primeira vez que abriremos um instrumento para a doação de qualquer valor ao Flamengo – se o sujeito quiser doar além dos 6% de IR, poderá fazê-lo. A doação será realizada através de nosso site, com a emissão de boleto bancário. Quando efetuar o pagamento, a pessoa receberá o comprovante do projeto/Ministério dos Esportes para que possa ser usado como desconto em sua declaração de IR em abril (tal qual um recibo médico). Em breve, todos receberão o convite oficial do evento que será enviado para os sócios e nação rubro-negra.

Isso tudo só está sendo possível pela decisão política adotada pela atual diretoria de voltar a pagar impostos e recuperar as certidões negativas de débito. Os projetos incentivados são uma forma de reaver parte desse imposto pago, iniciando um novo círculo virtuoso em nosso clube, sobretudo para os esportes olímpicos.

No dia 25/10 (sexta), às 11 hs da manhã, estaremos realizando uma coletiva de imprensa, explicando a campanha e anunciando o seu início para o dia seguinte ao meio-dia, durante um evento que faremos na Gávea. Nessa coletiva, tentaremos trazer alguém ligado ao Ministério dos Esportes, além de contar com presença de alguns atletas atuais.

No dia 26/10 (sábado), entre 10:30 e 12:30 hs, faremos um evento no parque aquático na Gávea, com a presença de dois atletas de cada esporte (um antigo representativo e outro atual) , Charanga e convidados (figuras ilustres rubro-negras). Será fundamental interagirmos com outros Conselhos para que todos os rubro-negros, independente de facção política, estejam imbuídos do espírito de ajudar o Flamengo. É desnecessário dizer que seria muito importante a presença de todos os vice-presidentes. Às 12 hs, o presidente e eu faremos a primeira doação simbólica através de computadores que estarão espalhados pelo ambiente. Será a primeira vez que um clube de massa lançará uma campanha nesses moldes, precisamos nos unir para que seja um sucesso.

Contamos absolutamente com todos, na física (na própria ou espalhando a campanha entre amigos), na jurídica (na própria ou indicando empresas) e sobretudo na alma rubro-negra. No caso das empresas, o investimento (com contrapartidas de marketing) pode ser de até 1% do I.R. devido (lucro real) e/ou 4% do ICMS devido. Já estamos em contato com mais de 100 companhias, não é um processo fácil, precisamos da ajuda de todos (o total de projetos soma aproximadamente R$ 75 milhões).  Qualquer indicação de empresa e de pessoas físicas de alta renda que queiram contribuir pode ser feita a mim e/ou no endereço de email:  projetosincentivados@flamengo.com.br

Abs,

Alexandre Póvoa
Vice-Presidente de Esportes Olímpicos

© FalandoFla © 2013

Falando de Flamengo no Twitter
Falando de Flamengo no Instagram
Falando de Flamengo no YouTube
Falando de Flamengo no Livestream

OS LOUROS DA DERROTA


Se o time titular do Flamengo já é uma paçoca, imagine quando vemos os reservas em campo? Pois é, não daria para prever outro resultado que não fosse uma derrota. Bom, mas quando a bola rolou, mesmo com nível técnico baixo, jogadores burocráticos e irritantes, quase achei que esse bando conseguiria trazer um ponto de Minas. Entretanto, por causa da nossa incompetência e da sorte dos caras (petardo cagado da porra!), deu a lógica.

Foto: Paulo Sergio/ LANCE!Press
Foto: Paulo Sergio/ LANCE!Press

Tudo bem que, em raros momentos, vimos lampejos de um futebol aceitável. Mas, a maioria do tempo, foi uma pelada braba entre dois times medonhos e sofríveis. Culpa de quem estava com a cabeça na Copa do Brasil e no Mundial Interclubes. Mas, há de se citar os louros da derrota. Sim, pois você pode catar aí pelo Google inúmeras citações que pregam “para vencer, devemos aprender com as derrotas”. Então, ressalto que perder para o Patético-MG foi fundamental para se constatar quem não pode vestir o Manto em 2014.

Foto: Ramon Bitencourt/ LANCE!Press
Foto: Ramon Bitencourt/ LANCE!Press

O Flamengo estava em condições de poupar jogador no Brasileirão? Não, pois ainda não estamos livres de nos salvar de um descenso. Entretanto, também não há motivos para entrar em desespero, pois o campeonato está tão nivelado por baixo que até o nosso timeco é melhor do que tantos outros medíocres.E, vai se salvar.

Agora é fazer valer a pena este “descanso” e comer grama diante do Chororô.

O COMBINADO NÃO SAI CARO, MAS TEM QUE COMBINAR

Poderia começar esta resenha fazendo uma caça às bruxas sobre a saída do Mano ou sobre a irregularidade do nosso Rubro Negro. Ficaríamos discorrendo por horas. O fato é: viemos de um Flamengo mal estruturado (time) há pelo menos 3 anos. Não conseguimos formar um elenco sólido, com sintonia, com base para entrar em campo e ao menos realizar uma bela partida. O que difere o Flamengo deste ano para os últimos anos, são unicamente as pessoas que assumiram o comando e entraram para realizar uma transformação organizacional.

mano-menezes-flamengo1-650x400O problema é que não somos uma empresa, não obstante temos por objetivo profissionalizar a instituição. E é justamente onde está toda a dificuldade. Quando o principal pilar que sustenta toda estrutura sofre abalos, todas as partes interessadas por consequência sofrem. Um Flamengo (time) não produtivo, sem resultados e sem perspectivas, evidencia o quão frágil é toda a instituição quando não está firme nas suas bases. Toda estrutura estremece.

Fato: O flamengo é o Futebol. O Flamengo vive hoje outra realidade e não duvidamos que as diretrizes têm por objetivo tornar o Rubro Negro o Maior do Mundo. Falta apenas identificar onde está a falha. Onde a maquina não está rodando. É preciso ajustar onde não há resultados.

Heráclito, filósofo grego do século V a.C, dizia: “Nos mesmos rios entramos e não entramos, somos e não somos.”

herc3a1clitoEste pensamento representa a mudança na natureza humana em suas oportunidades de acertar quando se tem mais de uma tentativa. Nem a pessoa que atravessa o rio permanece a mesma cada vez que o faz, nem o rio, seguindo o caminho irrevogável de seu fluxo, consegue banhar com as mesmas águas os pés daquele que o atravessa em diversas oportunidades.

Os problemas com o futebol Rubro Negro, não são novidades, a diferença está em como cada um (membro da instituição, jogadores, colaboradores, torcedores) as encaram. A transformação deve ser modelada e gerenciada de forma que assegurem entendimento e conscientização em todos os colaboradores da organização. Para esta mudança acontecer, é preciso planejamento e estratégia, e isso tem que ser muito transparente para todos que direta ou indiretamente participam desta mudança.

O diagnóstico de “por quê mudar” e “o quê mudar” depende da clara compreensão de como interagem os dois lados de qualquer organização: o direcionamento estratégico (quem define as diretrizes) e o conjunto de elementos que integram o conteúdo de sua gestão (quem executa), e o resultado vão determinar seu nível de excelência.

2013091573292Talvez seja necessário parar e transparecer para todos que estão neste barco quais são os próximos passos e definir quem fica e quem não pode mais ficar. Os objetivos precisam ser alinhados com todos. Principalmente com quem entra em campo. Se não possuem maturidade para entender a imensidão que estão navegando, que não permaneçam. Se porventura tropeçarmos, daqui a 30 anos não lembraremos se a pessoa A ou B fez o estrago, mas sim que a instituição Rubro Negra tropeçou. Sejamos prudentes e façamos o exercício de lembrar que todas as pessoas passam, e que o Flamengo sempre ficará. Soberano.

Somos todos menos alguns. NADA IMPORTA SEM O FLAMENGO. Acordem!